Guaraqueçaba

Guaraqueçabano é o primeiro artista do litoral a gravar DVD no Teatro Paiol

Suas composições retratam Guaraqueçaba e homenageiam a comunidade caiçara do litoral
Suas composições retratam Guaraqueçaba e homenageiam a comunidade caiçara do litoral

Mais conhecido como Thon Soá, Elton Luiz do Nascimento Soares é músico, cantor, compositor e poeta que vem se destacando no cenário musical há mais de 18 anos, levando o talento musical do litoral para todo o Paraná.
 

Nascido em 30 de março de 1968 na cidade de Guaraqueçaba, a música sempre fez parte de sua vida e de sua família, pois é neto de Seu Alcântara (in memorian), violeiro do fandango caiçara, e filho de Seu Beto, violeiro e sanfoneiro, de Serra Negra. “Meus avós são fandangueiros, meu pai toca acordeão. O primo do meu avô, o Major Domingos Nascimento, é compositor do hino de Guaraqueçaba e do Paraná. Então eu tenho toda uma história voltada para a música, cresci nesse ambiente”, relembra.
 

Aos 15 anos descobriu o interesse pela música, ao acompanhar as rodas de viola que aconteciam na cidade e, assim, aprendeu a tocar violão e a cantar. “Naquele tempo, década de 80, era uma época muito boa da música. Mas era mais um hobby, foi depois que eu soube que eu queria realmente viver da música”, comenta.
 

Guaraqueçaba” foi sua primeira composição, ainda em 1986, assumindo sua influência artística, baseada principalmente no exemplo de seu pai, mas também em grandes nomes da Música Popular Brasileira (MPB). “Minha cidade é a minha fonte de inspiração para compor, sempre foi”, declara o artista.
 

Em 1992 foi morar para Curitiba, trabalhando no setor administrativo financeiro da Copel, mas nos anos 2000 decidiu seguir outros rumos. Buscando liberdade e um trabalho que trouxesse prazer, se demitiu do emprego fixo e começou a tocar e cantar na noite curitibana. “Fui louco, arrisquei e não me arrependo! Encerrei meu ciclo na Copel e a música será eterna em minha vida”, comemora.

 

Assumindo a carreira

 

A partir daí se dedicou totalmente à música, cantando em bares, eventos e apresentações comemorativas em toda Curitiba e região, inclusive no litoral, em Paranaguá. Na capital atuou também como artista da Fundação Cultural de Curitiba, sendo voluntário da Rede Sol por mais de 12 anos, cantando em casas de apoio, asilos, escolas de crianças especiais e hospitais. Seu repertório é baseado em MPB e nas músicas autorais, sempre apenas voz e violão, fazendo um show intimista para aqueles que apreciam este estilo.
 

O artista passou a ser conhecido na área musical após ter sido premiado em diversos festivais de MPB, em Guaraqueçaba, Paranaguá, Antonina, Guarapuava, Araucária e Curitiba. Em muitas premiações se apresentou com composições próprias, a maioria retratando o ambiente em que cresceu e homenageando o pescador caiçara do nosso litoral paranaense.
 

No ano de 2005 lançou seu primeiro CD, com 10 canções autorais, intitulado “Superagui”, uma homenagem à Ilha do Superagui, que faz parte de Guaraqueçaba. Ele conta que a gravação do primeiro disco foi a realização de um sonho. “Eu sempre compus, escrevi poemas e canções, então eu sentia necessidade de gravar essas obras autorais”, conta.

 

De volta ao lar

 

Dez anos depois, em 2015, realizou a gravação do primeiro DVD, chamado “Thon Soá de Bar em Bar chega ao Paiol”, no famoso Teatro Paiol, em Curitiba. Com uma banda, apresentou 16 canções autorais, no teatro de referência cultural, inaugurado pelos grandes cantores e compositores Toquinho e Vinicius de Moraes, em 1971.
 

Vários artistas da MPB se apresentaram ali, então esse era um desejo antigo, eu tinha certeza que as minhas canções caberiam bem neste teatro. A emoção foi gigantesca, estava lotado, todos estavam curtindo, foi uma sensação muito boa”, recorda.
 

Em 2017, retornou para Guaraqueçaba para administrar a Pousada Guará, propriedade da família. Atualmente, continua fazendo música em bares e eventos do litoral, “só que de uma forma mais selecionada”, afirma.