Morretes

Mulheres criam iniciativa independente e plantam flores pelas casas em Morretes

Mulheres criam iniciativa independente e plantam flores pelas casas em Morretes
Uma iniciativa independente, em benefício do urbanismo sustentável de Morretes, está ganhando destaque em 2017. Trata-se do projeto com o nome "Plantarte", iniciativa de Camila Wagner Ribeiro, empresária e confeiteira de bolo de festas, que junto a um grupo de mulheres desenvolveu em 2014 uma ação, a de plantar flores em toda a cidade, como forma de semear respeito e amor. Neste ano o programa está com mais adeptos e as ruas da cidade mais floridas. Segundo a idealizadora, tudo começou com apenas três ou quatro pessoas que gostavam de plantas e possuíam o hábito de trocar mudas entre si. A intenção era de embelezar a área de suas residências, com um grupo denominado de "plante seu jardim". Após aumentar a adesão, a iniciativa teve o nome mudado para Plantarte", contando atualmente com 50 pessoas.
Nos nossos encontros geralmente temos uma palestra voltada a orquídeas, paisagismo, podas, preparo do solo e assim por diante. Também temos workshops com artesanato, afirma Camila, demonstrando que a iniciativa está enriquecendo conhecimento coletivo de todos em torno do paisagismo. Além disto, o projeto "casa" perfeitamente com Morretes, que possui uma relação próxima com os rios e a Mata Atlântica e vê, no turismo ambiental, uma das principais formas de fortalecimento econômico. Todos que participam desta ideia possuem algum amor por colocar a mão na massa e lidar com a terra, com flores, plantas e hortas, justifica Camila. As componentes inclusive fazem visitas temáticas pelo município, ampliando sua relação com agricultores, produtores apiários, bem como com produtos de engenhos de cachaça e moinhos de farinha. Reuniões são feitas mensalmente, sempre próximo da lua nova, que favorece o replantio das mudas, em encontros que incentivam as participantes com mensagens positivas e palestras.
Segundo a idealizadora, a Plantarte também possui relação com um grupo de jardinagem de Curitiba chamado de Cejarte, que existe há 30 anos e colabora na troca de informações sobre o paisagismo e plantio, algo que demonstra a integração cultural e sustentável entre Morretes e a capital paranaense.   [gallery size="large" columns="2" ids="12874,12875,12876,12877"]       *Com informações de Pedro Ribeiro/Paraná Portal e Diretor de Apoio para Assuntos do Governo de Morretes