Paranaguá

PASA incentiva seus colaboradores à doação de sangue e medula

Ultima Atualização: 07.11.2019 às 19:03:35
Campanha interna incentiva e conscientiza colaboradores sobre a importância da doação

Com a aproximação das festas de final de ano e férias, a demanda contínua do banco de sangue da Unidade de Coleta e Transfusão (UCT), do Hemepar, em Paranaguá, não é suprida. Para buscar atender a necessidade de reposição no sistema de saúde dos sete municípios litorâneos, o que inclui nove hospitais, tanto da rede pública, quanto privada, o Hemepar tem focado em campanhas de conscientização nas empresas. A PASA – Paraná Operações Portuárias S/A aceitou o convite e tem sido parceira nesta corrida para salvar vidas.

Com uma campanha interna de doação de sangue e cadastro para doação de medula, a empresa tem promovido sensibilização, possibilitando que seus colaboradores participem ativamente do processo, o que garantiu grande adesão e um alívio à UCT.

Recebemos o Hemepar, que abordou a importância da doação e a necessidade que a unidade está passando no momento, devido à baixa procura pela população parnanguara em realizar o ato. Com o intuito de colaborar, a PASA, por meio do setor de Recursos Humanos, promoveu a campanha, incentivando a doação por toda a equipe”, diz a Supervisora de RH, Jocimara Aparecida Figueira.

A Assistente Social da unidade de Paranaguá, Nádia Cristina Tadra, explica que ações como esta são capazes de salvar muitas vidas. “Somente uma bolsa de sangue, de um doador, pode salvar quatro vidas”, afirma. Ela esclarece, ainda, que as companhias participantes recebem, ao final do ano, uma certificação de “Parceiro do Hemepar”.

Segundo ela, é de extrema importância que mais empresas participem da campanha, entrando em contato com a UCT, que irá até o local interessado realizando a abordagem e motivando os colaboradores a realizarem a doação. “Além de cumprir sua responsabilidade social, as empresas ajudam a salvar vidas.

Se cada um fizesse um pouquinho, seria incrível, nunca faltaria sangue”, diz.

Após o sangue ser coletado, ele é enviado para a unidade do Hemepar, em Curitiba, que separa e analisa o material e, logo após, reencaminha a Paranaguá para abastecer os hospitais da cidade e região.

As doações são necessárias sempre, mas, neste momento, estamos precisando ainda mais. Acreditamos que houve uma queda no número de doadores devido à vacinação do sarampo que foi intensificada, impossibilitando o vacinado de realizar a doação pelos próximos 30 dias. Além disto, durante o final de ano, com as festas, diminui muito, porque as pessoas vão viajar, estão de férias, e acabam esquecendo”, conta.
 

Condições para ser doador
 

Os requisitos básicos para a doação é que a pessoa esteja em boas condições de saúde e tenha entre 16 a 69 anos. Os menores de idade devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis. Ela deve pesar acima de 50 kg, estar alimentada, evitando alimentos gordurosos, deve ter tido um repouso de, no mínimo, seis horas, e não esquecer um documento original com foto.

Alguns impedimentos temporários à doação são: estar com gripe, resfriado e febre; período gestacional; período pós-gravidez; amamentação; ingestão de bebida alcoólica nas doze horas que antecedem a doação; tatuagem e/ou piercing e/ou maquiagem definitiva (um ano após o procedimento); tratamento dentário; endoscopia; vacinas e medicamentos; situações nas quais houve maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis e cirurgia.
 

Doação de medula óssea
 

Além de receber a doação de sangue, a Unidade de Coleta e Transfusão também realiza o cadastramento para doação de medula óssea. Ele pode ser feito com pessoas de 18 a 54 anos, com retirada de 5 ml de sangue. O material segue para um estudo genético e, se for compatível com algum dos pacientes do cadastro nacional, o doador é chamado para realizar a doação da medula. “Esta doação é feita em um hospital de referência em câncer e o doador precisa de uma disponibilidade de 3 a 5 dias. Ele toma uma anestesia para poder retirar 11 ml do líquido encontrado no interior do osso da bacia, para poder transfundir no paciente. Após o procedimento, ele fica internado em observação. Se der certo, o doador salvou uma vida”, diz Nádia.

O Hemepar atende doadores de segunda à sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h, bem como orienta e expede certificados até mesmo em período posterior ao de doação. A unidade fica localizada na Avenida Gabriel de Lara, 657, no Alto São Sebastião.


PASA  incentiva doações no Hemepar
PASA incentiva doações no Hemepar (Foto/Hemepar)
Nadia é assistente social da UCT
Nadia é assistente social da UCT
PASA também promove campanha para cadastramento para doação de medula óssea
PASA também promove campanha para cadastramento para doação de medula óssea
Funcionária realizou a doação de sangue durante a última semana
Funcionária realizou a doação de sangue durante a última semana
Comentários