Destaques

PASA promove oficinas de alimentação saudável para comunidade parnanguara

Ultima Atualização: 10.09.2019 às 15:11:22
PASA-COZINHA-23.jpg

Na semana passada (20, 21 e 22), a comunidade parnanguara pôde aprender mais sobre alimentação saudável, de forma gratuita, em um “caminhão cozinha”, instalado no Santuário do Rocio. A Pasa – Paraná Operações Portuárias trouxe a Paranaguá, pela primeira vez, o Programa Cozinha Brasil, do SESI, que promoveu oficinas de educação nutricional, ensinando sobre a utilização dos alimentos de forma integral.


Mais de cem pessoas participaram das aulas temáticas sobre alimentos para hipertensos, obesos, receitas sem glúten, confecção artesanal de pães e aproveitamento integral. As oficinas aconteceram na Cozinha Escola, um caminhão adaptado, com equipamentos modernos e de última geração.


A Assistente Administrativa Rosângela Ramos de Souza adorou a oportunidade e, a partir de agora, vai mudar a rotina alimentar da família. “Pude aprender a importância de uma alimentação saudável, e que comer bem, não significa que são alimentos sem sabor, porque as receitas que fizemos ficaram maravilhosas”, diz.



Alunas aprendem a fazer pães caseiros


Segundo ela, as dicas ensinadas são de extrema importância e podem auxiliar para uma melhor qualidade de vida, além de ser fonte de renda. “Ser saudável quer dizer que a saúde vai bem, ou seja, economia com médicos e remédios, e a alimentação pode fazer até isto, ajudar na economia, tanto com estas despesas, quanto com os próprios alimentos, pois usá-los de forma integral significa que nosso dinheiro está sendo bem aproveitado. Depois das aulas, já comecei a guardar cascas de frutas e verduras, pois descobri que elas podem ser utilizadas para produzir coisas muito gostosas, como geleias. Além disto, na oficina de pães artesanais nós aprendemos uma variedade de receitas e formas de apresentação destes pães, a pessoa que tiver interesse, pode utilizar estas dicas para abrir seu próprio negócio e ter uma renda extra”, declara. 


De olho na saúde


A Nutricionista Rosalva Jacobsen de Almeida, instrutora do Programa Cozinha Brasil, explica que o principal objetivo das aulas é ensinar que quem se alimenta bem, não fica doente. Para isto, ao invés do programa ser lecionado por uma culinarista, o profissional da nutrição foi convidado, pois é este quem está “de olho na saúde” das pessoas. “Além das receitas tradicionais, com os ingredientes comuns, a gente também inventa, mas sempre com produtos que tenham um fundo saudável, orientando para que o participante utilize o alimento no todo, mostrando que aquilo que geralmente vai para o lixo, como as cascas, por exemplo, tem utilidade”, afirma.


Oficina de pães artesanais concluiu as aulas dos temas disponibilizados no Cozinha Brasil

Ela conta que a economia doméstica é um dos pontos primordiais discutidos com a comunidade, para isto, as lições são ensinadas de forma simples, para aquelas pessoas que não têm condições de comprar utensílios de cozinha muito sofisticados. “A gente ensina para o mais humilde, aquele que não tem cilindro para o pão, não tem material. É só ter boa vontade e, daqui, pode surgir um novo comércio de pães artesanais”, diz.


Além disto, Rosalva trata a cozinha como um local sagrado, capaz de unir e reunir famílias e amigos. Por isto, durante as oficinas, também são repassadas informações sobre o valor afetivo que a área tem, incentivando os participantes a cozinharem junto à família e amigos. “Quando a família prepara e come o alimento unida, estes laços de afetividade se fortalecem e perduram para sempre na memória. Tento mostrar a importância destes momentos”, conta.


Cozinha Brasil


O programa educativo, com foco em saúde, circula em todo o território nacional, rodando com o caminhão adaptado nas cidades as quais empresas têm interesse em disponibilizar as oficinas para a sua comunidade ou funcionários. Iniciado em 1999, em São Paulo, chegou ao Paraná em 2005 e, aqui, já foram capacitadas mais de 54 mil pessoas nestes 14 anos, as quais aprenderam receitas saborosas, saudáveis e de baixo custo.


A empresa contrata o SESI, que disponibiliza o programa. Geralmente, são empresas que têm responsabilidade social, com um olhar para a comunidade e seus funcionários, para a família do empregado, pensando na melhora dos hábitos alimentares, auxiliando na promoção da saúde”, explica Rosalva.


A Analista de Administração de Pessoal da PASA, Clícia de Mello Renna, declara que a empresa tem este olhar social para com a comunidade em que está inserida. “Queremos reforçar nosso papel social, retribuindo à comunidade que nos recebeu com tanto carinho e respeito e que vem nos auxiliando na construção do desenvolvimento ao longo dos anos”, afirma.



Comentários