Paranaguá

Sinditrab escolhe diretoria para próxima gestão neste domingo

Ultima Atualização: 21.08.2019 às 11:34:35
IMG_0418-2.jpg

Neste domingo (25), acontece a eleição que definirá o nome do novo presidente do Sindicato da Movimentação de Mercadorias em Geral de Paranaguá (Sinditrab), para o triênio seguinte (2020, 2021 e 2022). A votação será realizada na sede do sindicato, localizada na Avenida Gabriel de Lara, nº 1026, das 9h às 17h.


O atual Presidente Lindonei dos Santos Nascimento disputa a reeleição pela Chapa 20, enfrentando um único concorrente, Ezequiel Mendes, da Chapa 12. Assim como na última eleição, em 2016, a votação será feita por urna eletrônica, seguindo orientações do Ministério Público do Paraná (MPPR). “Fomos nos aconselhar com o MPPR e decidimos por seguir o mesmo modelo anterior, uma vez que as urnas eletrônicas garantem uma segurança a mais contra fraudes, por exemplo. O fato de o voto ser contabilizado na hora e ser mais fácil de realizar a contagem assegura um processo eleitoral seguro e transparente para todos”, afirma Lindonei.


Candidato Lindonei


À frente da categoria pelo primeiro mandato, o atual presidente se orgulha de estar realizando um trabalho em favor dos trabalhadores. Ele afirma que, anteriormente, não recebiam o pagamento correto do domingo remunerado, uma vez que a Legislação prevê 100% sobre a hora, e eles recebiam apenas 50%. “A gente trabalhava sábado e domingo e não recebia as porcentagens corretamente. A primeira melhoria que minha gestão trouxe foi a exigência do pagamento integral. O aumento no quadro de sócios também é uma conquista, visto que do número total, durante minha administração ingressaram cerca de 200 mulheres que, anteriormente, não eram incluídas. A partir da minha gestão elas passaram a ter seu direito garantido”, declara.


Lindonei disputa a reeleição pela Chapa 20, Foto/JB Litoral


Além disto, ele conta que foi na sua gestão que o relacionamento com as empresas do setor foi retomado, gerando mais emprego aos associados. “Trouxemos novamente a ALL, Bunge, Romani, Rocha, entre outros, que garantem trabalho para nosso pessoal”. Ele afirma que, atualmente, cerca de 40 empresas contam com a mão de obra dos ensacadores.


Fico alegre porque pegamos um sindicato desacreditado pelas empresas, devido às administrações passadas, e pelo próprio trabalhador. Conseguimos mudar esta situação e hoje vemos que os sindicalistas estão orgulhosos, andam com a camiseta dos ensacadores e batem no peito contando que fazem parte”, avalia Lindonei.


Candidato Ezequiel


Já o candidato da Chapa 12, Ezequiel, afirma que a atual administração está dificultando o acesso às informações necessárias ao processo eleitoral, bem como está inflando o quadro de associados para se beneficiar nesta eleição. Ele declara que cerca de 90% dos 878 novos associados, incluídos na lista de votantes, foram trazidos para a entidade recentemente, sem terem trabalhado os cinco anos exigidos pelo Estatuto.


Além disto, ele informa que, atualmente, apenas 10 empresas se utilizam da mão de obra do sindicato. “A informação fornecida por Lindonei, de que 40 empresas estão tomando serviço, é falsa, e falo isto baseado no contato que tenho com os integrantes da classe, principalmente com aqueles que respondem à chamada diariamente”, diz.


Ezequiel busca seu primeiro mandato pela Chapa 12. Foto/JB Litoral


Trabalho há 28 anos no sindicato, criei cinco filhos do serviço de lá, construí minha casa, sustento minha família com o trabalho de lá, estou preparado para ser presidente e representar a categoria. O Lindonei é o único presidente na história do Sinditrab que nunca carregou um saco de 50 kg na cabeça, nunca descarregou um caminhão ou estufou um contêiner”, declara Ezequiel Mendes.


Propostas


Para o próximo triênio, Lindonei, da Chapa 20, garante que seu principal objetivo será buscar oportunidades para que os Portos do Paraná passem a contratar os trabalhadores do sindicato. “Além disto, vamos manter o serviço que já temos e correr atrás de mais empresas, para que nossos sócios tenham sempre trabalho e, consequentemente, renda e qualidade de vida”, anuncia.


A Chapa 12 tem cerca de 13 propostas apresentadas, dentre elas se destacam a luta pelo pagamento semanal; disponibilização de van no ponto de chamada, para a condução dos trabalhadores que precisam se locomover a empresas distantes, restauração da farmácia e restaurante; e oferecimento de cursos de qualificação para toda a categoria e dependentes.


Outro objetivo é disponibilizar, por meio de convênio com clínica médica, médico clínico geral e dentista para atender gratuitamente os associados, bem como garantir seguro de vida à categoria.


A Chapa 12 pretende, também, promover maior contado dos aposentados da classe com os atuais sindicalizados, criar uma agremiação esportiva e uma secretaria das mulheres, para atender à classe feminina.


 


 

Comentários