Litoral

Reconstrução do Pronto Socorro de Guaratuba deve ser entregue antes do prazo

Membros do Conselho Municipal de Saúde também estiveram presentes vistoriando as obras (Foto/JB Litoral)
Membros do Conselho Municipal de Saúde também estiveram presentes vistoriando as obras (Foto/JB Litoral)

Usando recursos de mais de R$ 380 mil, o Prefeito Roberto Justus (DEM) realizou visita às obras de reforma e ampliação do Pronto Socorro Municipal (PS) da cidade, na quinta-feira (08), em Guaratuba. A solenidade contou com a presença de membros do Conselho Municipal de Saúde, autoridades e a imprensa.

A obra prevê a execução e adequação predial de todos os setores com serviços de estrutura, alvenaria, cobertura, instalação hidráulica e elétrica, impermeabilização e isolamento térmico, esquadrias, revestimento e acabamento, vidros, pintura, serviços complementares e, inclusive, a construção de novos espaços para maior comodidade da população. Ela teve início em junho deste ano e deve ser entregue até abril de 2019. O ritmo está acelerado e a construção já se encontra 60% pronta.

O prefeito considera que a obra é mais que apenas uma reforma e sim uma reconstrução total do antigo Posto de Saúde. É uma obra muito maior, estamos praticamente construindo um novo pronto socorro dentro de um prazo razoável de dez meses, mas que provavelmente seja concluído em sete, devido ao ritmo adiantado”, diz.

Ele declara, ainda, que o projeto foi completamente focado nas normas de acessibilidade, para que todos os cidadãos possam ser atendidos no local sem nenhum tipo de incômodo. “Agora as portas são padrão, para que a acessibilidade seja respeitada. Por exemplo, existe um consultório com portas mais largas para o acesso de cadeirantes, entre outras medidas”, afirma.
 

Prefeito se reuniu com a imprensa e autoridades para dar explicações sobre a reforma


Novas salas e mais leitos

Com a implantação de novas salas, o prédio passará a ter quatro consultórios para atendimento médico, o dobro do que havia anteriormente, além de um maior número de leitos na sala de emergência, que foi aumentada, passando de apenas duas camas para um total de oito. “São camas equipadas com respiradores, monitores multiparâmetros, entradas de oxigênio e ar comprimido embutidas”, diz a médica. Além disto, ganhará outros setores, como uma nova sala de descanso para os profissionais e um morgue, e, ainda, outras dependências.

A entrada e a sala de recepção, que anteriormente eram motivos de críticas devido ao calor em dias de sol, agora terão o problema sanado. “Atendemos uma necessidade antiga da população, pois havia muita reclamação devido ao sol que batia nas cadeiras e ‘cozinhava’ as pessoas que estavam na espera. Esta ampliação foi pensada, também, para que este problema não continuasse existindo”, diz o Prefeito.

Segundo Justus, finalizada a reestruturação do local, além do melhor atendimento à população, o fluxo de trabalho dos médicos também irá melhorar, dando mais eficiência ao atendimento. Ele esclarece que, apesar do maior número de consultórios e salas, não serão necessárias mais contratações.

Muitas vezes tem um médico ocioso lá no Hospital Municipal e precisando aqui. Nós vamos conseguir otimizar o trabalho dos médicos, pois já temos um quadro adequado, falta apenas readaptar”, explica.

Temporada de verão

Em razão da reforma, os atendimentos de Urgência e Emergência estão sendo prestados no Hospital Municipal de Guaratuba, localizado no centro da cidade, próximo à Igreja Matriz. Apenas os serviços de Raio-X continuam funcionando no Pronto Socorro, devido à sua grande estrutura ser difícil de deslocar. A Prefeitura tem auxiliado no transporte daqueles que precisam utilizar o aparelho.

Durante a temporada de verão, quando a população de Guaratuba praticamente dobra, o Prefeito afirma que será desafiador para a administração pública atender a todos os casos de Urgência e Emergência apenas no HM.

Será um desafio fazer todo o atendimento da Operação Verão lá, provavelmente a estrutura ficará sobrecarregada, exigindo certo sacrifício do funcionalismo e da população, mas será bem compensada com a finalização da reforma no PS”.

O Secretário de Saúde, Alex Antun, afirma que, apesar da dificuldade, o local foi adaptado e acomodará os pacientes. “O ambiente está adequado com uma sala de estabilização com oito leitos: três UTI’s para pacientes gravíssimos e cinco para semi-graves e estabilizados”, esclarece.

Devido ao fluxo de pessoas ao longo da temporada, a empresa Caiuba, responsável pela ampliação do Pronto Socorro, pretende entregar, ainda em dezembro, parte das obras. Segundo o Engenheiro Marcio Araújo de Menezes, a equipe está dando ênfase ao trabalho interno para que, a partir do dia 15 de dezembro, o atendimento no local seja liberado.
 

Secretário de Saúde, Alex Antun, ao lado de Aline Coelho, enfermeira chefe


Reforma é primeira obra de um Centro Médico na cidade

De acordo com o Prefeito Roberto Justus, a reconstrução do Pronto Socorro é a primeira etapa de um projeto maior para Guaratuba: um Centro Médico, que será localizado na Rua Guilherme Pequeno, no Bairro COHAPAR, vizinho ao PS. Ele afirma que a proposta já foi protocolada junto ao Governo Federal.

Para que o Centro Médico seja uma realidade, será necessário transferir os alunos do Centro de Educação Infantil Raio de Sol para o local onde hoje é localizado o Fórum, na Rua José Nicolau Abagge. “O Judiciário está desocupando o espaço e o prédio será entregue ao município. Faremos as reformas necessárias e vamos transferir as crianças para o lugar”, diz.

Atualmente, o terreno onde se localiza a creche mede 400 m² e o do Fórum 1000 m², um ganho de 600 m² para o Centro de Educação, o qual poderá oferecer mais vagas. O Prefeito declara que, quando os alunos estiverem acomodados no novo local, já em 2019, a estrutura do atual será readequada para que o Hospital Municipal seja realocado para lá. 

Hoje atendemos em um prédio que não é nosso, pagamos aluguel. Então, por uma questão de economia e eficiência, queremos concentrar todo o serviço médico em um só local. Será um Centro de atendimento de Urgência e Emergência, Raio-X, Maternidade e, o melhor, os médicos todos na mesma região, explica Justus.

O Prefeito deve visitar Brasília nos próximos dias para garantir a verba de quase R$ 1 milhão para a construção do Centro Médico de Guaratuba, disponibilizada por meio de emenda parlamentar, pelo Deputado Federal Osmar Bertoldi (DEM), o qual não conseguiu se reeleger para o próximo pleito.