Policial

Suspeitos de vender crack são presos no Jardim Guaraituba

Na abordagem, policiais encontraram papéis com anotações do tráfico de drogas no local
Suspeitos de vender crack são presos no Jardim Guaraituba

Na tarde de quinta-feira, 6, policiais militares do Serviço de Inteligência do 9.º Batalhão prenderam mais três suspeitos de tráfico de drogas em Paranaguá. A ação ocorreu no Jardim Guaraituba e resultou na apreensão de 33,4 gramas de crack, material para fracionar e embalar o entorpecente, R$ 221,00 em dinheiro miúdo e balança de precisão.

Por volta das 15 horas, uma equipe do Serviço de Inteligência do 9.º Batalhão foi averiguar denúncias repassadas pelo telefone 190, relatando sobre o comércio de entorpecente na Rua Guaíba. Quando os policiais chegaram ao local, verificaram que havia um intenso movimento de pessoas com características de usuários de drogas, que chegavam a uma residência.

Na vigilância, os policiais puderam observar, pelo portão, que as pessoas entravam no local e entregavam dinheiro para os moradores da casa e, em seguida, apanhavam papelotes que aparentavam ser drogas. Em uma das transações, a equipe policial decidiu abordar um suspeito, de 45 anos, e, ao ser feita a busca pessoal, foram encontradas cinco pedras de crack.

Na sequência, os militares foram até a casa e abordaram Douglas Costa Pereira Pinto, de 18 anos; Jessé Ribeiro Oliveira, 22, e a mãe dele, Adriana Alves Ribeiro, de 48. Os três foram reconhecidos como as pessoas que atendiam quem chegava ao portão, mas na busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado.

No entanto, na revista domiciliar, em uma sapateira a equipe policial localizou as pedras de crack fracionadas para a venda e uma balança de precisão, além de quatro folhas de papel com anotações do tráfico de drogas e parte do dinheiro que foi apreendido.

Todos os envolvidos acabaram encaminhados à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, junto com todo o material ilícito localizado, sendo Douglas, Adriana e Jessé autuados em flagrante por tráfico de drogas e recolhidos ao setor de carceragem local, à disposição da Justiça.

De acordo com o que foi apurado pela polícia, Douglas estava morando em um quarto alugado na casa de Adriana, a qual já tinha sido presa por tráfico de drogas no ano de 2016. O homem flagrado comprando drogas, foi ouvido em Termo Circunstanciado e liberado após assumir compromisso de comparecimento em audiência no Juizado Especial Criminal (Jecrim).

Na quarta-feira, 5, os policiais militares do Serviço Reservado do 9.º BPM prenderam outras três pessoas por tráfico de drogas em Paranaguá, desta vez na Vila dos Comerciários. Na ação, foram apreendidos mais de 1 Kg de entorpecentes.