Porto

TCP alcança recorde histórico e movimenta 31 mil contêineres

TCP tem investido na modernização e ampliação de sua infraestrutura, garantindo alta produtividade.
TCP tem investido na modernização e ampliação de sua infraestrutura, garantindo alta produtividade. (Foto: Rodrigo Leal)

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, registrou, em setembro, a maior movimentação de contêineres cheios da sua história, com 31.036 unidades. Mês após mês, a companhia vem batendo recordes históricos e estimulando a movimentação portuária na cidade. Além disto, o Terminal também exportou um volume recorde, com aproximadamente 19 mil contêineres/mês, o melhor índice de 2018.  

O gerente Comercial da TCP, Maurício Toti, explica que o desempenho excepcional é resultado de um esforço contínuo em prospecção, inovação e investimentos. “A TCP conta com um time comercial empenhado em oferecer aos clientes soluções logísticas capazes de suprir as suas demandas, com a maior qualidade possível e preços mais competitivos”, diz.

Segundo ele, um dos pontos fundamentais para os números apresentados no período foi a ferrovia, pois a TCP é o único terminal do Sul do Brasil que conta com conexão ferroviária direta. “Isso torna o Terminal líder no mercado brasileiro no modal, atraindo cargas de estados como São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul”, destaca.

A empresa também tem investido na modernização e ampliação de sua infraestrutura, garantindo alta produtividade nos navios e no pátio, o que tem refletido na excelência de seus serviços. Atualmente, o Terminal passa por novas obras que vão aumentar o cais de 879 metros para 1.099 metros de extensão.

Sobre a TCP

Além de administrar o Terminal de Contêineres de Paranaguá, um dos maiores da América do Sul, também controla a empresa de operações logísticas TCP Log, que oferece serviços de integração da cadeia logística para cargas localizadas no Sul e Sudeste do Brasil.

É responsável pelo maior investimento do setor portuário brasileiro na atualidade, onde estão sendo aplicados mais de R$ 550 milhões nas obras de ampliação da capacidade de movimentação do terminal, se preparando para atender a demanda do mercado pelos próximos 30 anos.

Com informações - Assessoria de Comunicação da TCP