Porto

Terceirização de serviços operacionais tende a crescer a partir de 2019

A EcoPort Services é especializada na modalidade e já se prepara para o aumento da demanda
Terceirização de serviços operacionais tende a crescer a partir de 2019

A terceirização acontece quando uma empresa contrata outra para realizar tarefas específicas dentro de suas instalações. Neste caso, a contratada é chamada de “terceirizada” e atua com recursos humanos próprios. Em 2017 o tema foi regulamentado para flexibilizar e modernizar as relações de trabalho pela Lei nº 13.429/2017, o que gerou mais segurança jurídica às instituições tomadoras de serviços. Esta é uma modalidade de contratação muito utilizada nos terminais logísticos que, em geral, terceirizam trabalhos operacionais.

Anteriormente, o assunto não tinha previsão legal, sendo regulamentado pela Súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho (TST), o qual permitia este tipo de atividade de forma restrita: somente para as atividades-meio, ou seja, aquelas que não estão diretamente ligadas à sua finalidade. Segundo a nova lei, qualquer tarefa de um estabelecimento poderá ser terceirizada, não havendo mais objeções em relação à atividade-fim, entre outras mudanças.

O Economista e Professor de Economia Daniel Lúcio de Oliveira Souza explica que, antigamente, havia um preconceito grande em relação ao tema. “Se originou pelo aviltamento da mão de obra no passado, desrespeito dos direitos trabalhistas por empresas de pouca idoneidade, que acabavam envolvendo o tomador em passivos-trabalhistas”, diz. Ele esclarece, ainda, que após o marco regulatório, o qual separou as responsabilidades das empresas que prestam serviços daquelas que contratam, o tomador passou a ter maior segurança jurídica.

Back office da terceirizada, opção de economia

Além disto, no final de 2017 a reforma trabalhista (Lei nº 13.467/2017) criou regras complementares para esta modalidade, possibilitando que as corporações começassem a colocar em seus planejamentos estratégicos a terceirização de atividades as quais elas precisavam fazer por si só, fora do seu foco de negócio.

Hoje os executivos querem se concentrar no seu principal negócio. Por exemplo, um graneleiro no porto quer centralizar sua eficiência e produtividade fazendo o embarque dos seus produtos nos navios, atendendo seus clientes no exterior, e não necessariamente tratando de pessoal, máquinas, manutenção e etc, diz.

Desta forma, este tipo de trabalho alivia o gerenciamento das organizações empresariais, no sentido de que passam a focar mais na atividade-fim e não se preocupam com as tarefas terciárias de toda uma estrutura que existe por trás.Assim a atenção do gestor não será dispersa e ainda permite que sua companhia trabalhe com uma estrutura mais enxuta, utilizando-se do back office (retaguarda) da terceirizada”, explica o professor.

Com a segurança jurídica que a regulação da Lei da Terceirização trouxe, a tendência é de que exista uma procura cada vez maior por empresas que realizam este atendimento, mas que também concedam garantias e segurança.

EcoPort Services - Um passo à frente

A EcoPort Services já se encontra alinhada à legislação e também em relação à expectativa das tomadoras. Com experiência neste mercado há 34 anos, tem sede em Paranaguá, mas atua, também, em vários estados do Brasil. Especializada na terceirização de serviços operacionais logísticos, vem se preparando, em todos os níveis, para atender seus clientes. “Estamos buscando certificação ISO 9001, para assegurar qualidade ao tomador, e também o ISO 45.001, que garante a qualidade do ambiente de trabalho, saúde ocupacional e segurança dos funcionários”, explica a Diretora Geral Maria Izidora dos Santos de Souza.

Segundo ela, o maior diferencial da firma é a contratação do seguro-garantia para os clientes.

O tomador de serviços quer, principalmente, a garantia de que o trabalho será bem feito e que o prestador assegure que, se houver uma má performance, ele estará seguro de alguma forma”.

Para isto, a EcoPort Services oferece seguro-garantia de, pelo menos, três tipos de situações: da execução do contrato, pagamento dos funcionários e recolhimento dos encargos; seguro de vida em grupo e, também, responsabilidade civil geral de que se alguma imperícia acontecer, provocada por colaborador dentro das instalações do cliente, o dano será coberto.
 

Diretora Geral Maria Izadora: “nosso principal foco é customizar junto ao cliente”

 

Variedade de atividades
 

Ela oferece, também, uma variedade de tarefas, desde manobras com vagões ferroviários; carga e descarga de granéis dentro de terminais; carregamento e descarregamento de caminhões e vagões; limpeza de instalações industriais, seja em chão, altura ou espaços confinados; lavagem industrial interna em instalações de terminais e lavagem de vagões ferroviários, locomotivas e caminhões. “Além dessas atividades, nosso principal foco é customizar junto ao cliente. Ou seja, é o tomador quem vai dizer suas necessidades e demandas e nós atendemos aquilo que ele precisa, em qualquer lugar do Brasil”, afirma a Diretora. 

 

Lavagem de vagões é uma das muitas atividades da Ecoport.