Policial

Trio procurado pela Justiça é preso com revólver e carro roubado em Curitiba

Suspeitos estavam em um GM Ônix com placas clonadas, onde foi encontrado a arma e munições
Trio procurado pela Justiça é preso  com revólver e carro roubado em Curitiba

A Polícia Militar de Paranaguá prendeu, na madrugada desta segunda-feira, 3, Celso Lopes de Oliveira, 34; Daniel Almeida da Luz, 31, e Jhonatan Pereira da Silva, 27. Os três eram procurados pela Justiça e foram flagrados em um carro roubado, onde foi encontrada uma arma de fogo.

Tudo começou por volta da 1 hora, quando uma equipe da PM, que estava em patrulhamento pela Rua Agapantos, no Conjunto Nilson Neves, ao chegar no cruzamento com a Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, desconfiou de um veículo GM Ônix, com placas do município de Mariluz, no qual estavam os três suspeitos.

Os policiais resolveram fazer a abordagem, mas Celso, que dirigia o Õnix, tentou fugir e houve perseguição, até que o carro dos suspeitos foi bloqueado pela viatura, com o auxílio de um ônibus que estava parado na via, e, então, pode ser feita a abordagem.

Na ação, os militares desconfiaram do nervosismo do trio e foi solicitado apoio para uma busca no carro, onde foi encontrado, no banco de trás, um revólver calibre 38 com a numeração suprimida e cinco munições intactas. No porta-luvas os policiais ainda encontraram um cigarro de maconha e ao verificarem a origem do veículo, pela numeração do chassi e motor, descobriram que o Ônix tinha sido roubado em julho, na cidade de Curitiba, e que estava usando placas clonadas.

Na consulta da identidade dos suspeitos no sistema de identificação da polícia, foi constatado que contra Celso havia mandado de prisão por roubo agravado, expedido pela Vara Criminal de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, e contra Daniel dois mandados de prisão, um expedido pela 2.ª Vara Criminal de Execuções de Pena de Curitiba, por ser fugitivo do sistema penitenciário, e outro pela 2.ª Vara Judicial de Jacupiranga, no Estado de São Paulo. Ainda foi verificado que Jhonatan também era procurado pela Justiça e que contra ele havia um mandado de prisão por posse irregular de arma de fogo, expedido pela 10.ª Vara Criminal de Curitiba.

Os três suspeitos foram encaminhados à 1.ª SDP, para o cumprimento dos mandados de prisão e também para a elaboração do flagrante pelos crimes de receptação, porte ilegal de arma de fogo e posse de entorpecente. Segundo o que foi apurado, Celso e Daniel são moradores em Curitiba e Jhonatan tem endereço no bairro Labra, em Paranaguá.