NRE: paralisação no transporte escolar em Guaraqueçaba foi feito pela Marinha

Vistoria nesta quarta-feira pela Marinha

por Redação JB Litoral
01/11/2017 13:59 (Última atualização: 01/11/2017)

Chefe do NRE esclarece ausência de aulas e transporte marítimo

Denúncia do Vereador Alcendino Ferreira Barbosa (PSDB), o Thuca da Saúde, feitas numa postagem em seu perfil no Facebook, mostrando o que ele considera um retrato caótico em que se encontra o transporte escolar na cidade de Guaraqueçaba, foi esclarecida pela Chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Paranaguá, Selma Camargo Meira, ontem ao Jornal dos Bairros.

Procurada pela reportagem, a professora explicou que o NRE não suspendeu às aulas nas escolas insulanas e que elas ocorreram por conta de uma autuação realizada pela  Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Estado do Paraná, numa fiscalização ocorrida na baia em agosto.

Ao se deparar com os barcos escolares, foi constatada a ausência de alguns equipamentos necessários a navegação marítima a bordo das embarcações. Em razão disto, foi proibido qualquer transporte até que o município comprasse e equipasse todos os barcos com os itens que estão faltando.

Segundo a Chefe do NRE, o transporte escolar na cidade iniciou este ano, diferente dos anos anteriores, com todas as rotas e linhas são feitas de uma forma adequada e certa. Na gestão anterior foram adquiridos oito barcos, que foram trazidos de Manaus e, destes, quatro ou cinco estavam funcionando adequadamente fazendo o transporte dos alunos. Entretanto, nesta vistoria da Marinha,  alguns equipamentos existiam, mas não estavam no interior dos barcos e na prefeitura. Porém, a professora ressaltou que o Núcleo não poderia dizer o que foi feito destes equipamentos.

“Se foi comprado algum equipamento e não está lá, o prefeito atual tem que tomar as providências que são necessárias, porque se ele foi comprado deve estar na prefeitura para uso dos alunos”, disse Selma Meira que pediu a listagem do que tinha antes e o que existia no dia da vistoria pela Marinha, mas não foi atendida.

 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

De acordo com a Chefe NRE, as crianças estão sem aulas na cidade por cerca de 60 dias e em algumas rotas e algumas linhas. Por causa desta situação, ela adianta que irão ocorrer aulas no contraturno inclusive nos sábados e o prefeito Hayssan Colombes Zahoy (PMDB), o Ariad Junior, garantiu que irá garantir barcos para que isso ocorra.

 

Vistoria nesta quarta-feira pela Marinha

Ela informou ainda que o prefeito esteve na quinta-feira (29) na Secretaria de Estado de Educação (SEED), junto com a equipe que trabalha com o transporte escolar, garantindo que já está tudo no interior do barco, apto a ser vistoriado pela Marinha. “A Marinha pediu uns dias e possivelmente amanhã (nesta quarta-feira, dia 1º) estaria em Guaraqueçaba fazendo a vistoria”, informou Selma.

A professora ressaltou que o NRE possui um calendário escolar e uma instrução de calendário, onde orienta que, em casos de falta de muitos dias de aulas, a escola dará conta deste conteúdo, através de projeto de reposição de aulas e tudo isso já foi apresentado à SEED e está sendo providenciado para que, retomando o transporte com autorização da Marinha, as aulas retornam imediatamente.

Vale destacar que todas essas informações só vieram a público, após a denúncia feita pelo vereador Thuca da Saúde nas redes sociais da situação do transporte escolar na cidade.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments