PUBLICIDADE

O Carnaval no litoral paranaense resiste! Dinheiro na nossa economia e potencial de compra para as nossas famílias

por Maximilian Santos max@tipcomm.com.br @maximilianjas
08/03/2020 20:27 (Última atualização: 09/03/2020)

O Carnaval no litoral paranaense resiste! Dinheiro na nossa economia e potencial de compra para as nossas famílias 2
Foto/Adriano Almeida

Um dos feriados que mais atraem turistas para o litoral paranaense, perdendo apenas para o Réveillon, o Carnaval vai além da nossa cultura popular, da nossa história e, também, da nossa raiz. Ele é um dos eventos que mais movimentam a economia do Brasil. Neste ano, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas estiveram presentes nas nossas 7 cidades do litoral. E teve feriado para todos os gostos! Para aqueles que gostam de Carnaval de Clube, tiveram os bailes do “Vermelho e Preto”, “Vermelho e Branco” e “Preto e Branco”. Nas praias, para os mais seletos, festas no Iate Clube de Caiobá e no Iate Clube de Guaratuba. Para os que preferem Carnaval de Rua, Antonina foi o grande centro, levando milhares para os bailes públicos e para a “Noite das Escandalosas”, bem como Paranaguá, com o seu tradicional “Banho à Fantasia” e “Bloco dos Sujos”. Para os que gostam de curtir uma boa música com os trios elétricos, com o clima de beira mar, as noites da Caiobanda e Matimbanda, em Matinhos, e da tradicional Banda de Guaratuba, em Guaratuba, levaram milhares de pessoas para as avenidas. E para quem ainda prefere participar ou assistir as tradicionais escolas de samba, Paranaguá fez bonito na avenida, mas Antonina mais uma vez mostrou toda a sua tradição e força popular. Nem mesmo as crianças ficaram de fora, tiveram bailes infantis em Paranaguá, Guaratuba e Antonina. Há ainda aqueles que preferiram a calma e o descanso nas ilhas, em Guaraqueçaba e Morretes.

As atividades turísticas relacionadas ao Carnaval deverão alcançar o maior volume de receitas desde 2015, informou a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Este ano, a CNC estima que o faturamento na Folia de Momo deverá ser de cerca de R$ 8 bilhões, um aumento real de 1% em relação ao ano passado. Para o comércio do litoral paranaense é um respiro, depois de uma temporada de verão curta e chuvosa. Lucraram as famílias que vivem por meio de vendas ambulantes, do comércio geral, restaurantes, transportes, hotelaria e, até mesmo, quem aluga sua casa de praia durante o período. É sim dinheiro para as nossas famílias! É dinheiro circulando na praça e fortalecendo a nossa economia.

Para a Polícia Militar do Paraná, este período festivo no litoral paranaense foi tranquilo. Em todo o estado, mais de 5 mil pessoas e 1,8 mil veículos foram abordados por equipes policiais, com 57 encaminhamentos de adultos e adolescentes. 

Porém, com todas essas vantagens, volta e meia vemos um discurso pobre por aí com críticas ao Carnaval, geralmente ditas por pessoas sem qualquer conhecimento da importância econômica das comemorações, ou, apenas, por fanatismo religioso. Nem precisamos falar sobre o óbvio… da sua relevância cultural e histórica, da importância democrática e da manifestação popular.

Este ano ficou claro que o Carnaval do litoral paranaense resiste! Não apenas por sua enorme força, mas, também, por sua necessidade de trazer renda para as nossas famílias. É papel de todas as autoridades, associações e órgãos públicos regionais prezarem por essa nossa riqueza! É, também, papel importante das empresas e indústrias apoiarem esse valioso evento. Sem esquecer também da nossa responsabilidade como imprensa, de mostrar todo esse potencial cultural, popular e econômico, bem como o de levar alegria e felicidade para o povo do nosso litoral paranaense.

O equilibrado MDB se fortalece no litoral paranaense, com o equilibrado Adalberto

O Carnaval no litoral paranaense resiste! Dinheiro na nossa economia e potencial de compra para as nossas famílias 3

Quem está se filiando ao MDB é o ex-vereador, advogado e jornalista Adalberto Araújo, candidato a vice-prefeito em 2016 na chapa de Alceuzinho Maron (PROS). Quando vereador, Adalberto fez oposição clara e responsável, sempre mantendo seu papel fiscalizador e apoiando boas ideias para o município. O também apresentador da Rádio Cidade, vinha conversando há vários meses com o presidente estadual do MDB, o deputado João Arruda. A decisão foi tomada após consultar sua base de apoio e uma boa conversa com os dirigentes locais do partido. Prestigiado, os comentários nos grupos políticos da cidade dizem que ele pode vir com a missão de coordenar e ajeitar o MDB em todo o litoral. Com seu jeito equilibrado, firme e polêmico, quando deve, ao mesmo tempo tranquilo e conciliador, Adalberto Araújo agrada os eleitores de ambos os lados, seja os da direita como os da esquerda. Vai fazer barulho…

Ziriguidum político

O Carnaval no litoral paranaense resiste! Dinheiro na nossa economia e potencial de compra para as nossas famílias 4
Foto/reprodução Facebook

Durante todo o feriado de Carnaval, a coluna observou a participação ativa de vários nomes da nossa política local e estadual, nos eventos do litoral paranaense. Em Paranaguá, o vice-prefeito Arnaldo Maranhão, devoto de Nª Sª do Rocio, desfilou nas escolas “Filhos da Gaviões” (segurando o andor da imagem da santa), bem como na campeã “União da Ilha”. Já o ex-deputado e apresentador Alceuzinho Maron, também desfilou sorridente na campeã, sendo bem recebido pelo público presente. Observamos, igualmente, o vereador Nóbrega, na “Filho da Gaviões”, e Nilo, na “Ponta do Caju”.

A força da Banda de Guaratuba

A “Banda de Guaratuba” levou aproximadamente meio milhão de pessoas pelas ruas de Guaratuba. Com uma elogiada organização, a prefeitura recebeu autoridades presentes no trio elétrico e no camarote oficial, que reuniu os incentivadores da tradicional banda. O JB Litoral esteve presente. Confira: