Operação Banzeiro? prende 37 pessoas no litoral

?Banzeiro? significa mar agitado, já que a ação policial aconteceu no litoral

por Redação JB Litoral
05/12/2014 07:00 (Última atualização: 05/12/2014)

NULL

Após três meses de investigações, policiais civis do Núcleo Metropolitano da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), sob o comando do delegado Cassio André Dias Conceição, deflagraram, na manhã de quinta-feira (04), a ?Operação Banzeiro?, em combate ao tráfico de drogas. Na ação foram cumpridos 53 mandados de busca e apreensão e 51 mandados de prisão, resultando em 36 prisões. Nas diligências ainda houve a apreensão de armas, colete balístico, drogas prontas para serem comercializadas e um pé de maconha.

A operação iniciou após diversas denúncias de que havia de tráfico de drogas na cidade de Paranaguá e em alguns balneários do litoral. Segundo investigações, as ligações do tráfico de drogas na região de Paranaguá se estendiam até o oeste do Estado do Paraná. Investigações apuraram ainda, que algumas ordens do tráfico de drogas na região, partiam de criminosos já reclusos no sistema penal. Para o desencadeamento da operação, atuaram 200 policiais, entre civis e militares.

A operação contou com o apoio da Força Especial de Repressão Antitóxico (Fera), dos Núcleos de Curitiba e Ponta Grossa da Denarc, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), do Núcleo de Repressão Crimes Econômicos (Nurce), da Divisão de Crimes contra o Patrimônio (DCCP), da Divisão de Polícia Especializada (DPE) e com o apoio também, da Polícia Militar.

Para o major Neto, da 6.º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM), o trabalho em conjunto das polícias é de extrema importância, pois fortalece a união das forças de segurança. Já para o delegado-titular da Denarc, Miguel Stadler, destacou que esta operação demonstra a dedicação e integração de todos os policiais envolvidos. ?Os trabalhos são contínuos durante o ano inteiro, entretanto, a operação foi preparatória para o início da operação verão que se aproxima?, disse.

Stadler informou ainda que a quadrilha tinha como base a cidade de Paranaguá, mas que havia ramificações também em diversos balneários do Litoral. Antes mesmo do início da operação, 10 pessoas já tinham sido presas (que estão incluídas no total de presos divulgado hoje). Por meio dessas prisões preliminares e outras investigações é que foi possível desvendar o funcionamento da quadrilha, conforme explicou o delegado.

PRISÕES E APREENSÕES

Foram presos Oberdan Fernando da Silva Pereira, Yagho Cabral Alves Marcondes, Marcio Padilha da Silva, Diego Jose Borgi Ferrari, Diego Luiz Glasenapp Pereira, Pedro Paulo Cardoso do Rosário, Israel Peniche Pontes, Airton Lima Cardozo, Henrique Mendes Alves, Edson dos Santos Justen, Marcio Ronaldo da Costa e Gabriela Scomasson, Eduardo Miranda Matoso Veiga, Marcelo de Miranda Matoso da Veiga, Robson Cristiano Pereira Dias, Thays Cândida Oliveira da Costa, Luana do Rosário Pinto, Marcel do Rosário Barros, Francescolly Henrique Ostwald, Christian Michel Santos, Vinicius Roberto Pikcius, Felipe Silva de Abreu, Ale Hajar e Sueli Varela de Oliveira.

Na ação ainda foram presos Carlos Eduardo Rodrigues Junior, Daniel Vitor Borba de Oliveira, Rodrigo dos Santos Faria, Luiz Carlos Dina Alves, Rafael Mendes Alves, Adelino Adrian dos Santos, Ivan Gonçalves Dutra, Wesley Alves da Silva, Wesley Bruno Pereira Bernardo e apreendidos dois menores.

 

Deixe um comentário