Paranaguá cenário de cinema? Confira alguns filmes que já foram gravados na cidade

por Maximilian Santos max@tipcomm.com.br @maximilianjas
28/07/2020 22:48 (Última atualização: 3 dias atrás)

Cédito: Cris Coutinho

Por Stereo Pop / Felipe Almeida.

Paranaguá completa 372 nesta quarta-feira (29), reunindo mais de três séculos de história e conservando, até hoje, prédios históricos e marcos que são testemunhas da passagem do tempo. Por sua representação histórica, a cidade já foi cenário de produções cinematográficas épicas, que conseguem transportar o telespectador ao período representado nas telonas.

Separamos aqui alguns longas que já foram gravados nas terras daqui. Confira:

CAFUNDÓ

Esse drama de 2005 é protagonizado por Lázaro Ramos, que interpreta João de Camargo (1858 – 1942), um ex-escravo e milagreiro que se encanta com o mundo a sua volta e, levado pela emoção, entra em estado de alucinação, passando a ajudar os outros por meio de uma entidade espiritual de cura e restauração, o Preto Velho, como forma de atingir sua liberdade.

Paranaguá cenário de cinema? Confira alguns filmes que já foram gravados na cidade 2
Praça 29 de julho em “Cafundó

A produção, que foi premiada nas categorias Melhor Ator, Melhor Direção de Arte e Melhor Fotografia, no Festival de Gramado em 2005, é inspirada em um personagem real e traz um importante debate sobre a marginalização da cultura negra, incluindo o preconceito contra as religiões de matriz africana e exaltando bem a tentativa constante de embranquecimento da sociedade nos períodos mostrados, que vão desde a abolição da escravatura até a industrialização. A direção é de Clóvis Bueno e Paulo Betti.

A OSTRA E O VENTO

Com Leandra Leal e Lima Duarte no elenco, o longa de 1997 gira em torno de Marcela (Leandra), uma adolescente que vive com seu pai em uma ilha distante do litoral. Ele é responsável pela manutenção do farol do local e tem um amor possessivo pela filha, que por sua vez, acaba se rebelando contra o pai e, em função da grande solidão, se apaixona pelo vento que açoita a ilha.

Paranaguá cenário de cinema? Confira alguns filmes que já foram gravados na cidade 3
Poster do filme “A Ostra e o Vento.

Com a direção de Walter Lima Jr, o longa é baseado no livro de Moacir C. Lopes e conta com cenas gravadas na Ilha do Mel – Farol das Conchas e Gruta das Encantadas -, já tendo inclusive representado o Brasil na competição oficial do Festival de Veneza.

CINEMATOSO

Este documentário de 2010, do diretor curitibano BrunoCosta,  gira em torno da vida e obra do cineasta parnanguara CyroMatoso. Autoditada e sem técnicas profissionais, Matoso foi responsável por mais de 10 produções, entre elas, sua primeira “Aparição da Virgem do Rocio”, de 1975, e a mais recente e seu primeiro longa-metragem, “O Mistério da Casa Afundada”, de 2008. Em 2017, o parnanguara teve sua vida contada no Carnaval da cidade, sendo enredo da escola de samba Ponta do Caju.

Paranaguá cenário de cinema? Confira alguns filmes que já foram gravados na cidade 4
Poster do filme CineMatoso

Matoso faleceu em agosto de 2019, deixando um legado cultural imensurável e revivendo os contos e lendas de uma Paranaguá esquecida.

O PREÇO DA PAZ

Este longa de 2003 é baseado na história real da Revolução Federalista e foi gravado inteiramente no Paraná, nas cidades de Curitiba, Tijucas, Lapa e Paranaguá.

Paranaguá cenário de cinema? Confira alguns filmes que já foram gravados na cidade 5
Poster do filme O Preço da Paz

Com direção de Paulo Morelli, o drama reúne um elenco talentoso, composto por Lima Duarte, Herson Capri, Giuliam Gam, Danton Mello, Camila Pitanga e José de Abreu.

PAIXÕES RECORRENTES DO ATLÂNTICO SUL

Com direção de Ana Carolina Teixeira Soares, o longa, ainda sem previsão de lançamento, foi gravado no litoral paranaense, em Morretes, Antonina e em algumas das ilhas de Paranaguá, sendo Ilha do Mel e Ilha da Cotinga.

A produção contará a história de três brasileiros, uma francesa, um casal de portugueses e um argentino, que ficam desembarcam no litoral brasileiro logo quando a Segunda Guerra foi declarada.

Paranaguá cenário de cinema? Confira alguns filmes que já foram gravados na cidade 6
A diretora Ana Carolina e o ator Pedro Barreiro

A diretora Ana Carolina é responsável por grandes títulos do cinema brasileiro, como a trilogia “Mar de Rosas” (1978), “Das Tripas Coração” (1982) e “Sonho de Valsa”(1987), que lhe rendeu a posição da única brasileira entre as 100 cineastas mulheres mais influentes do século, de acordo com a revista francesa Cahiers du Cinema.