Paranaguá perde mais de 22 mil eleitores para o pleito de 2016

por Redação JB Litoral
04/06/2016 15:21 (Última atualização: 04/06/2016)

NULL

O encerramento da biometria, no último dia 04, em Paranaguá, trouxe mudanças ao número de eleitores do município. Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a cidade perdeu cerca de 22 mil votantes.

O processo biométrico, que visa reconhecer os eleitores por meio das impressões digitais e evitar fraudes no momento da votação, teve início em 22 de junho do ano passado em Paranaguá. Previsto para terminar em 22 de dezembro do mesmo ano, o procedimento foi estendido por mais alguns meses, vindo a se encerrar em 04 de maio, há exatamente 150 dias antes da eleição, como prevê o cronograma eleitoral expedido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com a revisão biométrica e a atualização dos eleitores aptos a votar, o trabalho do Fórum Eleitoral resultou em mais de 22 mil títulos cancelados ou suspensos em Paranaguá. O relatório do TRE mostra que foram 11.562 títulos cancelados na 5ª Zona e mais 10.124 na 158ª Zona.

No último dia 12, o TRE divulgou o número de eleitores por cada município. O litoral do Paraná tem um total de 207. 688 eleitores, que estão divididos nas sete cidades da região: Paranaguá, Antonina, Morretes, Guaraqueçaba, Pontal do Paraná, Guaratuba e Matinhos.

Apesar de ter o maior número de eleitores, Paranaguá viu reduzir o número de votantes em relação a 2014. Naquele ano, estavam aptos ao voto 102.562 pessoas. O montante é um pouco mais alto em relação aos votantes do pleito municipal de 2012, que somava 101. 047 pessoas. Para 2016, segundo dados atualizados, 92. 396 pessoas vão participar do processo que escolherá o novo prefeito e a bancada de vereadores, que agora subiu para 19 parlamentares.

A redução nos números é atribuída, de acordo com o Cartório Eleitoral de Paranaguá, à ausência ao processo biométrico, como também em virtude de falecimentos e transferências de domicílios eleitorais. Em contrapartida, apesar da regressão, Paranaguá ganhou novos eleitores, que compreendem aqueles com idade entre 16 e 18 anos, os que regularizaram sua situação eleitoral entre novembro de 2014 e maio deste ano e as transferências para as duas zonas eleitorais do município.

Outros municípios

Em relação aos outros municípios destacam-se Matinhos que foi a cidade praiana que mais teve títulos cancelados: 2.059, além de 208 suspensos. A cidade possui 29.455 eleitores aptos a votar. Já a vizinha Guaratuba tem 27.184 eleitores aptos. Houve cancelamento de 1.914 títulos. Por outro lado, Pontal do Paraná apontou 19.250 pessoas aptas ao voto e 1.153 cancelamentos de títulos.

Em Antonina são 16.629 eleitores e 1.142 títulos cancelados. Morretes há 15. 219 eleitores aptos e houve 137 títulos cancelados e 194 suspensos. Já em Guaraqueçaba são 7.555 eleitores, sendo que 309 títulos foram cancelados.

Vale destacar que, das cidades do litoral do Paraná, o município de Paranaguá foi o único a passar pelo processo de biometria. As outras seis cidades, pelo menos no pleito deste ano, continuarão a utilizar o reconhecimento de eleitores por meio de documento original com foto.

Em 2016, a eleição elegerá prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.561 municípios brasileiros. Nas cidades com mais de 200 mil eleitores, há a possibilidade de realização de segundo turno, desde que o candidato vencedor no primeiro turno não ultrapasse a quantia de 50% dos votos válidos.

 

 

 

Deixe um comentário