Parnanguaras reclamam da falta de água em alguns bairros da cidade

por Maisy Pires
23/09/2020 16:46 (Última atualização: 23/09/2020)

Desde junho de 2019, o Paraná vem enfrentando uma forte estiagem devido à escassez de chuvas.

A falta de água tem sido um grande problema para os moradores de alguns bairros de Paranaguá nos últimos dias. Desde junho de 2019, o Paraná vem enfrentando forte estiagem devido à escassez de chuvas, que tem causado impactos diretos no sistema de abastecimento público, gerando a falta de água em diversas cidades do Estado.

A gravidade da situação fez com que o governador Ratinho Junior (PSD) decretasse situação de emergência hídrica, pelo prazo de 180 dias (seis meses), iniciada no dia 07 de maio. O decreto permite que as companhias de abastecimento realizem rodízios de até 24 horas, e o prazo pode ser extrapolado em situações emergenciais.

A moradora do bairro Jardim Eldorado, Renata Santos, procurou a equipe do JB Litoral para reclamar que está sem água em sua residência, que fica na Rua Baronesa do Cerro Azul, há quatro dias. “A única torneira que sai um pouco de água é a da área, pois no sábado (19) a caixa d’água esvaziou e, desde então, não tem pressão para encher novamente”, disse.

Parnanguaras reclamam da falta de água em alguns bairros da cidade 1

Segundo ela, tanto ela quanto os vizinhos já ligaram diversas vezes para a concessionária dos serviços de água e esgoto Paranaguá Saneamento. “Só eu liguei duas vezes, mas já foram várias ligações contando com as dos vizinhos. Por último, eles me informaram que isso está acontecendo devido a estiagem, mas estão trabalhando para resolver o quanto antes. Já não sabemos mais o que fazer, estamos fazendo ‘gambiarra’ para conseguir utilizar a água para, pelo menos, o básico”, comentou.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Além do bairro Jardim Eldorado, Vila Divineia, Jardim Araçá, Parque São João e Jardim Iguaçu também registraram o problema em determinados pontos.

O que diz a Paranaguá Saneamento

O diretor de operações da concessionária, João Roberto Rocha Moraes, explicou que a situação se agravou nos últimos dias devido à falta de chuva. “Nos últimos dias, a situação, em Paranaguá, deu uma agravada significativa porque nós conseguimos segurar todo o impacto da estiagem por seis meses. Mas, na semana passada, entre quinta (17) e segunda-feira (21), passamos uma situação muito traumática porque a falta de chuva fez com que o Rio Ribeirão, nosso principal ponto de captação, secasse muito além do que ele vinha secando”, disse.

João ressaltou que a empresa está trabalhando para minimizar os impactos para a população. “Nesse período, uma parte significativa da cidade sofreu, pois tinha água na rede, mas não com pressão o suficiente para chegar na caixa d’agua do cidadão, porque nós tivemos que diminuir a pressão para garantir a distribuição para o maior número de pessoas. Pedimos a compreensão de todos, pois estamos tratando caso a caso e trabalhando para resolver a situação da melhor maneira possível”, completou.

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments