Petrobrás investirá nesse ano R$ 3 milhões em projetos sociais no Paraná

Nomeado como “Organização Soberana”, o trabalho vencedor que terá atuação em Paranaguá foi feito pela instituição Motirõ Sociedade Cooperativa

por Redação JB Litoral
26/11/2014 09:00 (Última atualização: 28/07/2017)

NULL

Na última semana, a Petrobrás definiu os 11 projetos da Seleção Pública das Comunidades do Programa Petrobrás Socioambiental a serem desenvolvidos em todo o Paraná. Os projetos escolhidos receberão investimentos de R$ 3 milhões em ações voltadas à comunidade do entorno das unidades da empresa. Entre eles, foi escolhido o “Projeto Organização Soberana”, de Paranaguá, que tem como foco a produção sustentável na agricultura local.

Todos os interessados puderam cadastrar seus projetos no portal da Petrobrás, entre 22 de abril a 4 de julho desse ano e o anúncio dos vencedores foi feito no dia 06 de novembro. A concorrência transparente dos projetos demonstrou a preocupação da empresa em focar o meio social, com utilização de recursos digitais de interação para analisar os projetos.“Cada instituição vai receber até R$ 300 mil para executar seu projeto no período de dois anos. As iniciativas seguem pelo menos uma das seguintes linhas de atuação: produção inclusiva e sustentável; biodiversidade e sociodiversidade; direitos da criança e do adolescente; florestas e clima; educação; água; ou esporte”, informa a assessoria da Petrobrás. “Aprimoramos nossos processos e ampliamos as possibilidades de participação das instituições com a inclusão de uma visão integrada entre as dimensões social, ambiental e esportiva no regulamento”, diz o gerente de Relacionamento Comunitário de Responsabilidade Social da Petrobras, José Barbosa.

Programas esportivos, sociais e ambientais são o foco de atuação do Programa Petrobrás Socioambiental e, no Paraná, além de Paranaguá, envolverá projetos de Araucária, Antônio Olinto, Campo Largo, Curitiba, São Mateus do Sul e São João do Triunfo. Agora uma nova etapa é iniciada no processo, com avanços burocráticos e, posteriormente, repasse de recursos. “Solicitamos documentos complementares para contratação e repasse dos recursos, que vão possibilitar o desenvolvimento de ações socioambientais em regiões onde atuamos”, explica o gerente de Relacionamento Comunitário Regional São Paulo-Sul da Petrobrás, Waldir Luiz Ramalho.

Caravanas foram organizadas nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que são foco atual do programa socioambiental, onde foram disponibilizadas oficinas e retiradas as dúvidas para inscrição dos projetos. Até a escolha ser feita, a análise dos projetos é intensa, com triagem administrativa e avaliação técnica. R$16 milhões serão investidos em 57 projetos presentes nos estados. Segundo a Petrobrás, o programa faz parte da Integração Petrobrás Comunidades (IPC) que, “entre os anos de 2008 e 2013 destinou R$ 71 milhões para 376 projetos sociais desenvolvidos no entorno de unidades da companhia em diversos estados brasileiros, contribuindo para o desenvolvimento sustentável dessas comunidades”, informa a assessoria.

Instituição Motirõ é responsável pelo projeto

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Nomeado como “Organização Soberana”, o trabalho vencedor que terá atuação em Paranaguá foi feito pela instituição Motirõ Sociedade Cooperativa, localizada em Matinhos. O projeto, com atuação inclusiva e de sustentabilidade, terá o “objetivo de capacitar agricultores familiares para o empreendedorismo social e gestão administrativa”, informa a assessoria.

O foco de atuação será o município de Paranaguá, que conta com uma unidade da Transpetro, da Petrobrás, instalada na área portuária.

Segundo a Motirõ, a escolha do projeto “permitirá a continuidade dos trabalhos realizados na área rural do município, iniciados em 2012 através do Projeto SAL. Esta nova proposta, que será desenvolvida nos próximos dois anos, permitirá fortalecer o compromisso da cooperativa com os agricultores e contribuirá para o empoderamento de mais de 100 famílias da região”, completa a assessoria da entidade.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments