PM apreende arsenal de armas de fogo e captura homem procurado pela Justiça

por Redação JB Litoral
30/07/2020 20:10 (Última atualização: 30/07/2020)

Na tarde de quarta-feira, 29, policiais militares do 9º Batalhão apreenderam três armas longas na cidade de Morretes. A ação ocorreu após denúncia e resultou na prisão de um homem que era procurado pela Justiça e ainda houve a apreensão de munições e outros objetos.

De acordo com o relatório policial, tudo começou com informações repassadas para uma equipe de RPA (Rádio Patrulha Auto) da 4ª Companhia, sobre um indivíduo procurado pela Justiça, o qual estava residindo na Vila Cruzeiro, área rural do município.

Munidos das informações, os militares seguiram até a casa do suspeito e, no local, que estava vazio, após averiguações, foram localizadas três armas de fogo, sendo uma delas um rifle da marca CBC, calibre 22, modelo 7022, com dois carregadores e um total de 20 cartuchos, além de ter acoplada uma luneta e um supressor sonoro (silenciador).

Durante as diligências também foi encontrada uma espingarda da marca Boito, calibre 40, modelo reúna, com uma bandoleira, mais um total de sete cartuchos, dentre eles, um deflagrado, e uma espingarda calibre 36, da marca CBC modelo 651, também com um cartucho detonado.

Após a apreensão, os policiais militares seguiram em diligências pela estrada da localidade, até encontrarem o suspeito parado em frente a propriedade de familiares. Interpelado, o homem, 33 anos, natural de Cantagalo (MG), ainda tentou ludibriar a equipe mentindo o seu nome, contudo, acabou entrando em contradição e foi desmascarado pelos policiais.

O suspeito e as armas foram encaminhados até a delegacia de Polícia Civil de Morretes, para serem tomadas as devidas providências.

Comentários
(2)

  1. Desmascarado pelos policiais por falar o próprio nome verdadeiro incrível como aumentam arruma a matéria ai tá td distorcido jblitoral.

  2. Primeiramente vcs precisam ir atrás de informações verdadeira a maioria dessa reportagem é falsa,lógico que vc acreditam nos policias ne no qual invadiram a casa sem nenhum mandado judicial isso é ilegal,e outra em nenhum momento ele mentiu o nome ou tentou fugir como foi citado na reportagem. A P2 foi até la ele se entregou numa boa sem reação,então vamos procurar outro lado da história ele estava na casa dos sogros no momento da abordagem. Aí a militar foi foi até a residência sem avisar os proprietários invadiram a casa arrombado a porta e cade o mandato judicial? Os policiais agiram de maneira correta? Invadir propriedades particular sem mandato é errado,e repassar informações falsas de calúnia difamação é mais errada ainda fica a dica p vcs aprender a fazer um jornalismo de verdade e sejam mais competentes va atras de informações verídicas no momento havia Várias testemunhas.

Deixe um comentário