PM prende suspeito de matar garota com 3 tiros em bailão de Antonina

por Redação JB Litoral
26/01/2016 07:00 (Última atualização: 26/01/2016)

NULL

Por volta das 3h30 de sábado, 23 de janeiro de 2016, policiais militares da 3.ª Companhia Policial Militar do 9° BPM foram informados que após uma discussão iniciada no interior de um bailão em Antonina, uma jovem teria sido atingida por disparos de arma de fogo e fora encaminhada ao hospital da cidade por populares.[tabelas]No hospital a equipe tomou conhecimento que a jovem Batistina Feijó Ernesto, de 18 anos, segundo a médica plantonista, já chegara naquela casa de saúde sem vida por força de um disparo de arma de fogo na cabeça.

Testemunhas afirmaram que o autor dos disparos, Nilton José da Silva Junior, conhecido por “Twing”, de 24 anos, após assediar a vítima tocando-lhe as parte íntimas foi atingido por um tapa no rosto. Após uma rápida discussão Batistina tentou correr de Twing, sendo perseguida e alvejada por pelo menos três disparos de revólver.

Após o cometimento do crime, Twing fugiu do local e buscas foram realizadas por equipes da Polícia Militar, porém não foi possível a captura do suspeito, na ocasião.

PRISÃO

No entanto, na tarde de segunda-feira, 25, as equipes da Polícia Civil de Paranaguá receberam informações que Twing estaria escondido na cidade, mas ao perceber a aproximação dos policiais empreendeu fuga em direção ao mangue não sendo localizado.

Já por volta das 18h45 a Central 190 de Paranaguá recebeu denúncia que Twing estaria fugindo em direção a Morretes, onde se esconderia em uma propriedade rural. A denúncia ainda informava que ele estaria em um veículo VW Kombi de cor branca.

Repassada a denúncia à central 190 de Morretes, policiais militares da 3.ª Companhia Policial Militar realizaram um bloqueio na região do Passa Sete e lograram êxito em abordar o veículo que transportava Nilton Junior, que recebeu voz de prisão e foi encaminhado à 1.ª Subdivisão de Polícia Civil em Paranaguá, dando cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela juízo da Comarca de Antonina.

O suspeito permanece recolhido na carceragem local à disposição da Justiça. Segundo a polícia, ele já tinha passagens, inclusive por envolvimento em homicídio.

Deixe um comentário