Paranaguá é contemplada pelo programa Mais Médicos

0
13
NULL

O prefeito de Paranaguá, Edison de Oliveira Kersten, participou na manhã de segunda-feira (14) da solenidade que teve presença do ministro da Saúde, Arthur Chioro, para acolhimento dos 770 profissionais que vão atuar no programa Mais Médicos, do Governo Federal, no Paraná. Deste total, 7 médicos oriundos de Cuba vão atuar na cidade, sendo que 2 ficarão na unidade básica de saúde da Ilha dos Valadares, 1 na Vila do Povo, 2 na Serraria do Rocha e 1 no Jardim Iguaçu. O local para atuação do sétimo médico está sendo definido, mas sabe-se que todos farão parte das equipes do Estratégia Saúde da Família (ESF). O evento aconteceu no Parque Barigui, em Curitiba.

“A vinda dos 7 médicos vai ajudar bastante nossa população. Desde que assumimos já realizamos cinco testes seletivos para contratação de profissionais, mas a procura foi bem baixa. A falta de médicos é um problema nacional e esse programa veio em boa hora”, comemorou o prefeito, que na solenidade estava acompanhado da secretária municipal de Saúde, Dra. Terezinha Flenik Kersten. Também participaram do evento a senadora Gleisi Hoffmann e o deputado federal Ângelo Vanhoni, a quem o prefeito agradeceu pela viabilização, além de várias outras autoridades.

A chegada dos médicos ao solo paranaense está prevista para quinta-feira (dia 17), conforme confirmou a secretária municipal de Saúde, Terezinha Flenik Kersten. “A recepção aos médicos será feita pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde, que será responsável pelo pagamento dos salários, estadia, transporte e alimentação dos médicos cubanos, que ficarão na cidade por três anos. Nossa equipe está providenciando tudo que é necessário”, explicou a secretária. Cada profissional terá 40 horas de trabalho semanais.

Na mesma oportunidade também foi anunciado que a Faculdade Pequeno Príncipe teve a autorização do Ministério da Educação para 100 vagas para o curso de Medicina. Fato também bastante comemorado na oportunidade e que faz parte da estratégia do governo federal para que mais profissionais médicos atuem no mercado.

Atualmente o programa Mais Médicos tem cerca de 14 mil profissionais, inclusive brasileiros, atuando no país inteiro, principalmente nas regiões mais remotas. “São 49 milhões de brasileiros que não tinham acesso à atenção básica e que passam a ter”, declarou o ministro Arthur Chioro. Os profissionais de outros países quem atuam no Brasil estão fazendo especialização em atenção básica.

Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here