Porto de Antonina ganha nova sede administrativa

por Redação JB Litoral
28/08/2013 00:00 (Última atualização: 28/08/2013)

NULL

O governador Beto Richa inaugurou, na segunda-feira (26), o novo prédio administrativo do Porto de Antonina. O novo prédio, reformado com recursos próprios da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), não recebia melhorias desde a década de 60. “Estamos cumprindo nossa obrigação de modernizar as estruturas e tornar os portos paranaenses cada vez mais eficientes. A gestão que temos feitos dos portos já está sendo reconhecida nacionalmente. Os portos são os grandes indutores do desenvolvimento e do progresso, gerando emprego e renda. E temos dado atenção especial ao nosso Litoral”, afirmou o governador.

Ao todo, foram investidos R$ 591 mil para a revitalização do prédio administrativo e a construção de uma guarita de controle. A reforma integra um amplo projeto de revitalização do porto de Antonina, com recuperação de cargas e geração de empregos para a região. Até o mês de julho, foram movimentados pelo Porto de Antonina 962,9 mil toneladas de mercadorias. O volume é 61% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. “Os portos paranaenses estão se desenvolvendo de forma satisfatória, batendo recordes sucessivos. Isso faz com que o Brasil se torne mais competitivo, reduzindo os custos de produção com portos mais eficientes como temos hoje, além dos investimentos de industrialização que estamos trazendo para o litoral. Muitas empresas, muitas indústrias, garantindo o desenvolvimento econômico e social de toda a região”, completou o governador.

Os serviços no novo prédio administrativo iniciaram em abril e foram concluídos no início de agosto. Foram substituídos todos os equipamentos de trabalho. A maior parte da mão-de-obra contratada pela empresa vencedora da concorrência foi do próprio município. “Não se trata apenas de se promover a reforma de um prédio. Esta inauguração que fazemos hoje traz a esperança de um futuro promissor para Antonina”, afirmou o superintendente da Appa, Luiz Henrique Dividino.

De acordo com Dividino, outros trabalhos estão em estudo para angariar mais investimentos à Antonina, como a reforma do cais público e novos serviços de dragagem do canal de atracação. Uma obra de dragagem de manutenção dos pontos críticos do acesso ao Porto de Antonina, iniciada este ano, retirou aproximadamente um milhão de metros cúbicos de sedimentos, ampliando a profundidade no local – que está superior a 8 metros. Há 15 anos o Porto de Antonina não recebia uma dragagem. Ao todo, a Appa investiu R$ 37 milhões em recursos próprios para a realização da obra

RESGATE – Para o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, a inauguração do novo prédio administrativo é o primeiro passo para fortalecer o Porto de Antonina. “Um porto só consegue prestar um bom serviço se tem um bom equipamento para isso. É gratificante poder vir a Antonina e inaugurar uma obra como essa que marca o início do processo de revitalização que temos planejado para cá”, destacou Richa Filho.

O novo prédio administrativo de Antonina recebeu o nome de Barão de Teffé, em homenagem ao almirante da Marinha do Brasil Antônio Luís von Hoonholtz, um dos maiores incentivadores para instalação do Porto de Antonina ainda no século XIX.

“Depois de muitos anos de só destruindo, estamos com um prédio novo e agora nossa meta é continuar trabalhando para trazer mais conquistas para a nossa comunidade portuária”, afirmou o diretor do Porto de Antonina, Luis Carlos de Souza.

“Esta reestruturação é o início para o porto gerar mais renda e atrair mais empresas para si. Nosso município e todo o Litoral ganha muito com isso”, afirmou o prefeito de Antonina, João Ubirajara Lopes. “O porto ficou anos a merecer e agora a atual gestão volta a investir aqui”, salientou o prefeito.

Deixe um comentário