Porto de Antonina tem cabine de desinfecção para proteção contra o novo coronavírus

por Redação JB Litoral
18/06/2020 17:10 (Última atualização: 18/06/2020)

Fonte: Assessoria de Comunicação da TPPF

  • Porto de Antonina tem cabine de desinfecção para proteção contra o novo coronavírus 2
  • Porto de Antonina tem cabine de desinfecção para proteção contra o novo coronavírus 3
  • Porto de Antonina tem cabine de desinfecção para proteção contra o novo coronavírus 4


O TPPF – Terminais Portuários Ponta do Félix, instalou uma cabine de desinfecção para seus colaboradores e Trabalhadores Portuários que diariamente atuam na movimentação de produtos pelo Porto de Antonina. A medida visa ajudar na prevenção de contágios pelo novo coronavírus.

A estrutura, que tem o formato de um túnel, funciona com um sensor de presença e aplica um produto especial nos colaboradores, trabalhadores portuários que acessam o terminal. Após passar pela desinfecção, é realizada a higienização das mãos e também medição da temperatura.

“A ação está alinhada com outras medidas que o terminal vem tomando para enfrentar a Covid-19. Acreditamos que, com iniciativas inovadoras como esta, vamos juntos, vencer o novo coronavírus”, comenta Gilberto Birkhan, Diretor Presidente do TPPF.

Birkhan reforça que o TPPF sempre seguiu rigorosos protocolos dos órgãos de saúde nacionais e internacionais e que os mesmos foram reforçados no início do ano, antes mesmo dos primeiros registros do novo coronavírus no Brasil.

Além das ações de prevenção e segurança para os colaboradores e trabalhadores portuários, o TPPF vem trabalhando junto à cidade de Antonina no combate à pandemia, apoiando iniciativas de conscientização e ações para barrar o avanço do novo coronavírus na cidade.

O TPPF é parte do complexo de Portos do Paraná, juntamente com o Porto de Paranaguá, um dos maiores do Brasil. No terminal antoninense, são movimentados, principalmente, produtos como fertilizantes, farelo de soja não transgênica, açúcar ensacado, e produtos especiais como nitrato de amônio. De 2018 para 2019, o TPPF elevou sua movimentação em 17%.