Prefeitura abrigará do frio moradores de rua de Paranaguá no Ginásio Joaquim Tramujas

Medida começará a ser aplicada nesta quarta-feira (22) e foi estabelecida pela Semas em parceria com Fundespores, buscando abrigar cidadãos em situação de rua neste período de inverno.

por Redação JB Litoral
20/06/2016 23:31 (Última atualização: 20/06/2016)

NULL

A partir desta quarta-feira (23), a Prefeitura de Paranaguá, por meio da Secretaria Municipal de Ação Social (Semas) e da Fundação Municipal de Esportes (Fundesportes), irá abrigar cidadãos em situação de rua no Ginásio de Esportes Joaquim Tramujas neste período de frio em Paranaguá. A medida foi determinada pelo prefeito Edison Kersten e busca um tratamento humanitário às pessoas submetidas à temperaturas baixas nesta época do ano.

“Os cidadãos em situação de rua serão abrigados no ginásio Joaquim Tramujas, uma medida que visa uma maior fraternidade e sentimento humanitário com pessoas que são submetidas à temperaturas baixas ao relento nas ruas de Paranaguá. A Semas propôs a ideia, que foi acatada pela Fundesportes e pela nossa administração, demonstrando a união da Prefeitura em prol destes cidadãos que necessitam da nossa ajuda”, afirma o prefeito Edison Kersten. 

A secretária municipal de Ação Social, Katia Rodrigues de Oliveira, agradeceu ao prefeito Edison Kersten pelo amplo apoio para que a ação se tornasse realidade. “A partir desta quarta-feira (23), as pessoas em condição de rua terão no Ginásio Joaquim Tramujas um espaço para não ficarem expostas ao frio. O pernoite ocorrerá das 23h às 7h da manhã, período onde o espaço não é utilizado para nenhuma atividade desportiva”, explica.

“A medida demonstra uma sensibilidade por parte da nossa administração neste período de frio. Através disso, os moradores de rua não ficarão expostos ao clima e às mazelas oferecidas na rua neste período de inverno. Agradecemos também pela colaboração do presidente da Fundesportes, Darlan Janes de Macedo, visto que a fundação tem responsabilidade do local e abraçou a ideia conosco”, finaliza a secretária de Ação Social. 
 

Deixe um comentário