Prefeitura coloca placa na Estação Ferroviária tampando forro desabado

MAQUIAGEM DO ABANDONO – “Fato repercutiu nas redes sociais, vários usuários de Paranaguá criticaram e desaprovaram o improviso”.

por Redação JB Litoral
19/03/2014 00:00 (Última atualização: 19/03/2014)

NULL

Um dos principais atrativos turísticos e históricos de Paranaguá é a centenária Estação Ferroviária. Apesar de sua importância, atualmente o seu status é de abandono, com parte do forro totalmente destruído e sem a vinda do trem de passageiros até o município, o local, que é de responsabilidade da prefeitura desde 2012, aguarda recursos do Governo Federal para ser restaurado e reabrir seus portões para os trens. Enquanto isso, no carnaval ocorrido na última semana, a Prefeitura Municipal fez uma “maquiagem” no local e colocou um banner de propaganda no prédio, prejudicando o valor histórico que o local possui e escondendo o forro que até hoje está desabado na Estação.

O JB publicou, em outubro de 2013, reportagem sobre o desabamento do forro da parte externa da Estação que, segundo a prefeitura, ocorreu devido ao excesso de chuvas na época, que causou uma infiltração no local. Até hoje o tapume instalado na época para restauração do local permanece, em outubro do ano passado a Prefeitura, respondendo sobre o prazo para restauro do local desabado, afirmou que assim que a verba for liberada pelo Governo Federal haverá a ordem de serviço e empenho para que a recuperação da Estação seja feita. Além disso, no mês passado o JB novamente denunciou o problema, demonstrando em imagens que no portão de entrada dos trens na estação há um tapume impedindo qualquer tipo de entrada que permanece até hoje, além disso o local apresenta um matagal alto em seu interior, assim como inúmeras avarias estruturais.

O último capítulo foi uma enorme placa de propaganda colocada como cobertura para que a Estação abandonada não fosse desfocada aos foliões que estavam na Avenida do Samba, nesse carnaval de 2014. O fato repercutiu nas redes sociais, através da imagem obtida pela usuária Fernanda Silva, que compartilhou em sua rede social a placa com a legenda em inglês “Make Fake”, denunciando a maquiagem feita pela prefeitura no local, tampando os problemas, dando uma falsa imagem de que o prédio está em boas condições. A imagem foi compartilhada por vários usuários do facebook, que retrataram sua indignação com o fato. “Quer apostar quanto que esse bagulho vai ficar ali um tempão só pra disfarçar. Coisa feia”, comentou o usuário do facebook, Yan Corrêa França.

Recursos para restauro estão encaminhados

O local, que foi inaugurado em 1883 e já foi portão de entrada para Paranaguá, é parte da história parnanguara, e antes de fevereiro de 2012 era responsabilidade do Governo Federal, porém, após pedido do ex-prefeito José Baka Filho (PDT), no dia 8 de fevereiro de 2012 a Estação foi repassada ao município pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Governo Federal, sob a alegação de que na época em que o IPHAN era responsável pelo local, estava previsto que ALL e Serra Verde Express deviam fazer a manutenção, algo que não foi feito, segundo o que alegou Baka na época. A Estação continuará com o município até 2032, segundo o que prevê o contrato, o ex-prefeito afirmou na época que a passagem da Estação à prefeitura facilitaria o restauro do local, com parceria entre empresas da região e recursos do IPHAN. Menos de dois anos após, o prédio encontra-se novamente abandonado.

Ainda na “boca maldita digital”, o ex-prefeito Baka compartilhou em seu facebook, a imagem da placa tampando a estação, com a legenda; “pode?”, ironizando o fato. Quem também compartilhou a foto foi o historiador Florindo Wistuba, com a legenda “vergonha total”. Além disso, Wistuba comentou que a Estação Ferroviária é um patrimônio histórico que não merece ser tratado assim! Compartilhem como forma de protesto!” apelou o professor.

Segundo a Secretaria de Comunicação da prefeitura, que emitiu nota sobre o restauro da estação ao JB no início de 2013, desde o início da atual administração do prefeito Edison Kersten (PMDB), existe a preocupação em liberar recursos para o restauro do local: “Por meio da Fundação Municipal de Turismo (FUMTUR), informa que, desde o início da atual administração, foi dada entrada num pedido para liberação de verba do Ministério do Turimo (MTur) para restauro completo da Estação – sendo que o local não pode receber o trem de passageiros”, informa a assessoria, demonstrando que para o trem de passageiros voltar é necessário que o restauro ocorra. “Após o restauro, o prédio tem capacidade para voltar a receber o trem de passageiros com um receptivo turístico adequado”, completa a nota.

Dos recursos recentes no valor de R$ 8,2 milhões já reservados pelo Ministério do Turismo para Paranaguá, R$ 3 milhões estão previstos para restauração da Estação Ferroviária. O projeto já foi aprovado pelo Ministério do Turismo, aguardando-se a liberação do recurso para realizar o processo licitatório e, depois, o início da construção”, finaliza a Secretaria de Comunicação, demonstrando que tanto para o trem de passageiros voltar como para o forro ser restaurado, há a dependência de que recursos federais cheguem ao caixa.

Deixe um comentário