PSOL protocola pedido de cassação de Valdir Rossoni

Após a entrega da denúncia, os representantes do partido foram até o gabinete do deputado Caíto Quintana (PMDB), que é o presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, para informar-lhe do requerimento

por Redação JB Litoral
22/11/2014 11:00 (Última atualização: 22/11/2014)

NULL

Nesta sexta-feira, representantes do Diretório Estadual do PSOL estiveram no Protocolo Geral da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) para entregar uma denúncia, por quebra de decoro, contra o deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB), atualmente presidente da ALEP. No pedido, o partido requer a cassação do mandato de Rossoni.

O PSOL considera que Rossoni faltou com o decoro relativo a seu cargo após ofender publicamente os professores e funcionários de escolas estaduais que protestavam na ALEP, no dia 04 de novembro, contra a aprovação da lei que prorrogou o mandato dos atuais diretores de escola. Após ser questionado sobre qual seria o procedimento em relação aos seguranças que agrediram os educadores, Rossoni afirmou, através da rede social Twitter, que estes seriam condecorados, pois haviam retirados “dois pilantras” das galerias da ALEP.

Após a entrega da denúncia, os representantes do partido foram até o gabinete do deputado Caíto Quintana (PMDB), que é o presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, para informar-lhe do requerimento. O deputado não foi encontrado e deve ser contactado nos próximos dias.
O PSOL espera que o Conselho de Ética cumpra o seu papel e analise a denúncia apresentada e que o deputado Rossoni repense os seus atos, visto que a expulsão de manifestantes da “Casa do Povo” tem sido frequente.

Deixe um comentário