PUBLICIDADE

Rapaz ameaça pular de viaduto e confessa ter matado o pai ao ser resgatado

por Redação JB Litoral
22/05/2020 20:30 (Última atualização: 4 dias atrás)

Paulo Roberto Nunes, de 25 anos, foi resgatado no início da noite desta sexta-feira, 22, após tentar pular do viaduto da rodovia PR-407, na região do Jardim Esperança, em Paranaguá. Ao desistir da ação, ele teria confessado que havia matado o pai na madrugada e colocado na casa dele junto com o corpo.

A tentativa de suicídio movimentou policiais militares do 9º BPM e Batalhão Rodoviário, além de equipes do Corpo de Bombeiros, Samu e da concessionária Ecovia. Após mais de uma hora de negociação, Paulo Roberto se entregou e foi encaminhado para o Hospital Regional do Litoral, para ser medicado, onde ficou sob escolta da Polícia Militar.

Segundo o que foi apurado pela polícia, o rapaz já tem histórico criminal e, em 2016, foi preso pela morte do padre Auci Ribeiro Lucas, na cidade de Matinhos. Contra ele ainda foi verificado que havia um mandado de prisão em aberto, pelo crime de roubo.

Assim que for liberado da casa hospitalar, ele será encaminhado à Delegacia Cidadã, para responder pelo homicídio e que seja dado o devido cumprimento ao mandado de prisão.

CARBONIZADO

O pai de Paulo Roberto, Carlos Roberto Nunes, de 55 anos, foi encontrado morto, na madrugada desta sexta-feira, 22, na casa onde morava na Rua Júlio Groth Elias, Vale do Sol. Após as chamas terem sido controladas, equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar encontraram o corpo de um homem, dentro da moradia.

Depois da perícia no local, o corpo foi recolhido pelo IML, onde familiares compareceram para fazer a identificação, informando que se tratava de “Carlão”, como a vítima era conhecida, mas como o corpo se encontra carbonizado, será necessário exames de DNA para confirmar a identidade. O crime está sob investigação da Polícia Civil.

A motivação para a morte do pai, segundo Paulo Roberto, seria o fato de Carlão ter tratamento abusivo com os familiares.