Rapaz com tornozeleira eletrônica capota carro roubado e morre

por Redação JB Litoral
20/12/2018 00:00 (Última atualização: 20/12/2018)

Rapaz com tornozeleira eletrônica capota carro roubado e morre 2
João foi levado para o hospital, mas nãos resistiu      

Um rapaz que usava tornozeleira eletrônica morreu após se envolver em um acidente com um carro roubado, na manhã desta quinta-feira, 20, na rodovia PR-508, que liga a BR-277, em Paranaguá, ao município de Matinhos. João Junior Assunção, de 19 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

O acidente ocorreu por volta das 9h30, no quilômetro 26 da rodovia, na região da Colônia Cambará, em Matinhos. Um policial militar do Batalhão de Polícia Rodoviária, que passava pelo local após sair de serviço, se deparou com um veículo GM Classic capotado à margem da pista, no sentido Matinhos, e verificou que o condutor estava preso nas ferragens e imediatamente solicitou o socorro.

Equipes do Corpo de Bombeiros, Ecovia e do 9º Batalhão da Polícia Militar também se deslocaram em atendimento à ocorrência e, durante a retirada do rapaz do veículo, constataram que ele estava utilizando uma tornozeleira de monitoramento eletrônico.

No atendimento à ocorrência, os militares acabaram descobrindo que o carro envolvido no acidente tinha sido tomado em um assalto momentos antes, nas imediações do viaduto da PR-407, no Jardim Esperança, em Paranaguá. O carro foi roubado de um casal de idosos por dois homens armados com faca.

Na sequência uma equipe da PM foi até o hospital de Matinhos, para onde o suspeito foi levado para atendimento médico, mas ele acabou entrando em óbito na unidade de saúde. O rapaz foi identificado por uma equipe da Polícia Civil, a qual foi ao hospital e retirou a tornozeleira eletrônica.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Na verificação da identidade, foi constatado que João residia no Jardim Esperança, em Paranaguá, e em junho tinha sido preso pela Polícia Militar, acusado de envolvimento em um assalto à mão armada a uma tabacaria, na Rua João Estevão, Centro Histórico.

Na ocasião, quando a equipe da PM se deslocou para atender a ocorrência, verificou que o rapaz já tinha sido detido por populares, próximo à rodoviária municipal, na Ponta do Caju. O crime teria sido praticado com um comparsa, o qual, segundo havia informado João, teria fugido levando o dinheiro e narguile roubados do estabelecimento, além da arma que foi usada para a prática do delito.

O corpo de João foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá para exames complementares.

Deixe um comentário