Rasca pede urgência nas obras de reparo na Estrada da Graciosa

por Redação JB Litoral
19/03/2014 00:00 (Última atualização: 19/03/2014)

NULL

O deputado estadual Rasca Rodrigues (PV) cobrou na terça-feira (18), na tribuna da Assembleia Legislativa, que o Governo do Estado declare situação de emergência nas obras de reparo do deslizamento no km 9 na Estrada da Graciosa, que liga Curitiba à Antonina e Morretes (Litoral do Estado), ocorrida no último dia 14. Com isso, segundo Rasca, o tempo estipulado pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) – de seis meses para reforma – seria reduzido.

 “Se essa obra durar seis meses significa que durante a Copa do Mundo nosso Litoral terá prejuízos econômicos. Vários restaurantes foram reformados, profissionais preparados para esse megaevento e o retorno esperado pode não se concretizar por falta de acesso”, justifica Rasca.

 “Por isso, faço esse apelo ao Governo para que esse reparo seja feito em caráter emergencial, pois seis meses é muito tempo para tapar um buraco e as consequências prejudicaram nosso Litoral”, completou.

No final da tarde desta terça-feira uma reunião no DER, com representantes do órgão, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da Mineropar, ficou decidido que o Governo investirá na construção de um viaduto na estrada, com custo previsto de R$ 5 milhões. No entanto, o prazo para o reparo é praticamente o mesmo, já que o projeto duraria um mês e a obra mais quatro.

“Os estudos preliminares indicam que a construção do viaduto é a alternativa mais viável. No entanto, somente após a contratação do projeto executivo, será possível estabelecer se não há outra opção que seja mais barata e também mais rápida para executar a reconstrução da estrada”, disse o superintendente regional do DER-PR, Sérgio Moreira Gomes.

 

Deixe um comentário