Requião critica votação a favor do aumento de capital da Sanepar

por Redação JB Litoral
14/09/2013 00:00 (Última atualização: 14/09/2013)

NULL

“O Richa quebrou o Estado do Paraná. O Richa não tem dinheiro para pagar o 13º salário. O Richa enche o Estado de cargos em comissão. Quebrou a Copel. E o Richa resolveu agora fazer a Sanepar pagar esta conta. Ele está tirando dinheiro da Sanepar, dinheiro de tratamento de água e esgoto, e usando este dinheiro para pagar seus cargos comissionados, seus cabos eleitorais”, afirmou o senador Roberto Requião (PMDB/PR) referindo-se ao aumento de capital da Sanepar aprovado pela Assembléia.

O projeto de lei 395/13 foi aprovado na quarta-feira (11) por 32 a 16 votos e vai permitir o aumento de capital para emissão de ações preferenciais no valor de R$ 781,1 milhões, que serão dadas pela companhia em pagamento a empréstimo ao governo do Estado. O projeto também permite a venda das ações preferenciais (sem direito a voto) da Sanepar. 

“O que vem comprovar a nossa tese de que toda essa operação está sendo montada para levantar fundos para um governo falido, que tem grandes problemas de gerenciamento dos recursos públicos”, afirmou o deputado estadual Tadeu Veneri (PT/PR), opositor ao projeto.

O deputado Anibelli Neto (PMDB/PR), que também voto contra o aumento de capital, disse que integra um partido que sempre defendeu o fortalecimento das empresas públicas. “Tenho orgulho de ter participado de um governo – o de Roberto Requião – que durante oito anos não aumentou a tarifa de água. O novo acordo feito com o grupo Dominó irá ‘sangrar’ os cofres públicos, nos próximos oito anos, em R$ 400 milhões”, afirmou.

Em 2003, quando Requião assumiu o Governo do Paraná pela 2ª vez, não cumpriu o acordo de acionistas que dava o controle da Sanepar para os sócios minoritários e tinha como principal objetivo a distribuição de lucro para os acionistas. “A nossa Copel comprou a participação do grupo francês (Dominó) e nós ficamos majoritários de novo. O Richa está revertendo este processo”, lamentou o senador.

A bancada de oposição já anunciou que vai requerer uma cópia do estudo feito pelo Governo que estabeleceu o valor das ações da Sanepar. “Nós temos que reagir. A sociedade civil tem que entrar em juízo com ações populares e com pressão. Vamos anotar os nomes dos deputados que votaram a favor do projeto de lei e fazer campanha contra. Esta gente não vale o que come”, disse Requião.

Confira como votaram os deputados:

ADELINO RIBEIRO (PSL) Sim

ADEMAR TRAIANO (PSDB) Sim

ADEMIR BIER (PMDB) Sim

ALCEU MARON FILHO (PSDB) Sim

ALEXANDRE CURI (PMDB) Sim

ANDRÉ BUENO (PDT) Sim

BELINATI (PP) Sim

BERNARDO RIBAS CARLI (PSDB) Sim

CANTORA MARA LIMA (PSDB) Sim

DR. BATISTA (PMN) Sim

DUÍLIO GENARI (PP) Sim

ELIO RUSCH (DEM) Sim

FERNANDO SCANAVACA (PDT) Sim

FRANCISCO BÜHRER (PSDB) Sim

JONAS GUIMARÃES (PMDB) Sim

LUIZ ACCORSI (PSDB) Sim

LUIZ CARLOS MARTINS (PSD) Sim

MAURO MORAES (PSDB) Sim

NELSON GARCIA (PSDB) Sim

NELSON JUSTUS (DEM) Sim

NEY LEPREVOST (PSD) Sim

PARANHOS (PSC) Sim

PASTOR EDSON PRACZYK (PRB) Sim

PEDRO LUPION (DEM) Sim

PLAUTO MIRÓ (DEM) Sim

RASCA RODRIGUES (PV) Sim

ROBERTO ACIOLLI (PV) Sim

ROSE LITRO (PSDB) Sim

STEPHANES JUNIOR (PMDB) Sim

TERCILIO TURINI (PPS) Sim

TERUO KATO (PMDB) Sim

WILSON QUINTEIRO (PSB) Sim

ANIBELLI NETO (PMDB) Não

ARTAGÃO JUNIOR (PMDB) Não

CAÍTO QUINTANA (PMDB) Não

CLEITON KIELSE (PMDB) Não

ELTON WELTER (PT) Não

GILBERTO MARTIN (PMDB) Não

GILBERTO RIBEIRO (PSB) Não

GILSON DE SOUZA (PSC) Não

MARLA TURECK (PSD) Não

NELSON LUERSEN (PDT) Não

NEREU MOURA (PMDB) Não

PÉRICLES DE MELLO (PT) Não

PROFESSOR LEMOS (PT) Não

TADEU VENERI (PT) Não

TONINHO WANDSCHEER (PT) Não

WALDYR PUGLIESI (PMDB) Não

DOUGLAS FABRÍCIO (PPS) Não Votou

ENIO VERRI (PT) Não Votou

EVANDRO JUNIOR (PSDB) Não Votou

HERMAS BRANDÃO JR (PSB) Não Votou

LUCIANA RAFAGNIN (PT) Não Votou

VALDIR ROSSONI (PSDB) Não Votou

(Fonte: http://www.alep.pr.gov.br/transparencia/wp-content/uploads/2013/09/ITEM-12-1%C2%AA-DISC-PL-39513.pdf)

Deixe um comentário