Requião relembra obras no encontro do PMDB em Paranaguá amanhã

por Redação JB Litoral
03/04/2014 00:00 (Última atualização: 03/04/2014)

O senador Roberto Requião (PMDB/PR) falou na quinta-feira (03) com a rádio Litoral Sul FM sobre o encontro de amanhã com peemedebistas do Litoral, em Paranaguá. “Vamos conversar sobre o governo federal, o governo estadual e a necessidade do PMDB lançar um candidato ao governo do Estado. Partido que não se apresenta em eleição desaparece e é esquecido”, disse o senador.

Ele aproveitou para relembrar obras da sua gestão na cidade, como a construção do Hospital Regional do Litoral, que custou R$ 32 milhões e atende a população dos sete municípios do Litoral e os turistas da temporada de verão. Ainda na área de saúde ele citou a construção do Centro Municipal de Diagnóstico de Paranaguá, no Hospital João Paulo II, que recebeu investimento de mais de R$ 2 milhões.

“Era um governo produtivo e hoje estamos praticamente sem governo no Paraná”, lamentou, citando ainda obras como o novo Mercado Municipal de Paranaguá , o Complexo Esportivo da Ilha dos Valadares, o aquário marinho da cidade, a reforma do aeroporto e o investimento de R$ 35 milhões da Copel para a construção da subestação Posto Fiscal, que beneficiou mais 130 mil unidades consumidoras.

Requião aproveitou a entrevista para explicar sua posição contrária ao financiamento empresarial das campanhas. “O Beto Richa recebeu R$ 3 milhões das concessionárias de pedágio e assim que ganhou a eleição retirou todas as ações contra o pedágio que meu governo tinha colocado em juízo para moralizar ou acabar com a história do pedágio mais caro do mundo no Paraná”, relatou.

Encontro do PMDB do Litoral
Sexta-feira (04), às 19h, em Paranaguá
Biblioteca Pública Municipal Leôncio Correia (Av. Gabriel de Lara, s/n)

Deixe um comentário