Rio Branco SC se despede do Paranaense com nova derrota para o FC Cascavel

por Redação JB Litoral
23/07/2020 12:00 (Última atualização: 23/07/2020)

Felipe Fachini/FC Cascavel

Na rodada noturna de quarta-feira (22) do Campeonato Paranaense, saiu o primeiro classificado às semifinais, o FC Cascavel, após a nova goleada contra o Rio Branco SC pelo placar de 5 a 0.  Com a vitória, o clube do interior espera o vencedor do confronto entre Londrina e Athletico que empataram por 1 a 1 no primeiro jogo.

Jogando em casa, o time da Serpente não teve dificuldade para vencer a partida pelo placar elástico, confirmando a sua vaga para a semifinal.

Após a vitória por 3 a 0 na primeira partida, o Cascavel abriu a goleada aos 22 minutos, com Adenilson e, aos 34, Lucas Tocantins ampliou com Henrique fechando o primeiro tempo com o terceiro, aos 42 minutos.

Mesmo sofrendo cinco gols, o grande destaque do Leão da Estradinha foi o goleiro Juninho, que fez grandes defesas e evitou um placar ainda maior.

A segunda etapa começou com o mesmo empenho demonstrado no primeiro terminou e o gol de Oberdan veio logo, aos 7 minutos de jogo. Arthur Sananduva fez o segundo, e o FC Cascavel seguiu dominando até o apito final consumando a vitória.

Mais uma vez, vereador Ratinho Miguel, que interrompeu a aposentadoria para ajudar o time do Leão da Estradinha esteve em campo, mas deixou ele sem estufar a rede adversária.

Athlético ou Londrina

Com a vitória, o FC Cascavel espera o resultado de Athletico x Londrina, em jogo que acontece nesta quinta-feira (23), na Arena da Baixada, para definir o seu adversário na semifinal do Paranaense. O primeiro jogo terminou empatado em 1 a 1. O primeiro jogo da final ainda não foi definido, mas deve acontecer no domingo.

Ficha Técnica

O FC Cascavel jogou com Raul, Ricardo Ernesto, Líbano, Afonso, Marcel, Quaresma, Douglas Mendes e Duda; Arthur Sananduva, Oberdan e Adenilson; Henrique, Lucas Tocantins e Magno. Técnico Marcelo Caranhato.

O Rio Branco SC jogou com Juninho, Rafael Betiol, Luis Roberto, Paulo Henrique, Thuram e Pedro Müller; Arroyo, Vitor Bill e Kaio Wilker; Felipe Nunes, Bruno Andrade e Ratinho. Técnico Amauri Knevitz.