Ministério da Saúde informa pior classificação para as equipes de Guaraqueçaba

0
6
ministerio-da-saude-informa-pior-classificacao-para-as-equipes-de-guaraquecaba

Na última semana, usando as redes sociais, o Vereador Alcendino Ferreira Barbosa (PSDB), o "Thuca da Saúde", denunciou que a saúde municipal de Guaraqueçaba se encontra em situação preocupante para a União. Segundo avaliação, divulgada pelo Ministério da Saúde neste mês, pela Portaria 2.777/2018 equipes que atuam em duas unidades básicas de Saúde foram classificadas como "ruins", são elas: Bom Samaratino no Tagaçaba de Baixo e Lídio Michaud na Ilha de Superagui. Os dois postos receberam a pior classificação existente no ranking de avaliação. Além disto, a unidade Padre di Maria foi classificada como regular para o Governo Federal, algo que poderá tirar recursos da área para os próximos anos.

Segundo o legislador, o índice envolve grupos de Saúde certificadas podem receber as seguintes classificações, da melhor para a pior existente: ótimo, muito bom, bom, regular e ruim. Ou seja, três unidades de Guaraqueçaba estão com as piores classificações existentes perante o órgão da saúde. "Infelizmente recursos importantes foram perdidos", lamenta o vereador, explicando que a baixa classificação pode fazer com que o seja reduzido o envio de recursos à pasta de Saúde da Prefeitura de Guaraqueçaba.

De acordo com a assessoria do Ministério, esta lista é a primeira divulgada em torno das que são certificadas no 3º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) e sua respectiva Nota Metodológica.  "A novidade vem com a publicação da portaria 2.777 do dia 4 de setembro, que define os valores de repasse da certificação de 34.774 equipes – entre elas, 13.686 de atenção básica e 21.088 de atenção básica e saúde bucal. Juntas, representam 90% do total a serem certificadas no ciclo atual. A partir da certificação, o MS reconhece os esforços daquelas que se organizaram para alcançar os padrões de qualidade e apoia os que se dedicam a aperfeiçoar os resultados de seu trabalho", explica a entidade federal.

 

Ministério da Saúde informa pior classificação para as equipes de Guaraqueçaba 1
Vereador ressalta que as unidades de saúde receberam as duas piores classificações

Segunda lista de avaliação

Haverá, ainda, a divulgação de uma segunda lista de avaliação em torno do pessoal atuante em unidades básicas de saúde de todo o Brasil. Válido ressaltar que o PMAQ, programa ao qual Guaraqueçaba faz parte, possui o objetivo de melhorar a qualidade e o acesso à saúde pública dos cidadãos. "Para isto, o Ministério da Saúde empreende, há sete anos, um conjunto de esforços e ofertas para gestores e profissionais de saúde ampliarem a qualidade dos serviços que são ofertados, de forma progressiva. Fazem parte dessas ofertas diferentes dispositivos que podem e devem ser utilizados sempre, independente da fase do PMAQ, já que colaboram pela eficiência da gestão. Entre as ferramentas de uso contínuo estão: a Autoavaliação para a Melhoria do Acesso e da Qualidade (AMAQ) e os relatórios analítico e descritivo", finaliza o MS.

 

 

Comentários e Opiniões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here