Sesa discute medidas contra à Covid-19 com trabalhadores de frigoríficos

por Redação JB Litoral
22/06/2020 12:22 (Última atualização: 22/06/2020)

Reunião on-line contou com a participação de várias entidades ligadas ao setor

Representantes da indústria da área de alimentos puderam discutir com o secretário da saúde do Estado, Beto Preto, medidas para o enfrentamento à COVID-19. A reunião on-line aconteceu na sexta-feira (19) com mais de 20 pessoas ligadas aos sindicatos, associações, federações, que representam os cerca de 100 mil funcionários de empresas frigoríficas.

 O Paraná tem mais de 300 frigoríficos em todo o estado, muitos deles, instalados em cidades de pequeno porte. De acordo com o secretário, o momento é de parceria entre o governo e a iniciativa privada. “Sabemos de todas as condições específicas desse tipo de planta de indústria. Como médico da saúde ocupacional, vejo o quanto a saúde do trabalhador é importante no momento”, afirmou.

Números

 Atualmente a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio do Centro Estadual de Saúde do Trabalhador (Cest), já inspecionou 42 empresas do setor com mais de 500 funcionários e está monitorando todos os frigoríficos com orientações, mapeamento de risco e condução de casos. Até o dia 9 de junho, o Cest tinha registrado 567 trabalhadores com diagnóstico positivo para Covid-19, dois óbitos (1 trabalhador e 1 contato) e mais 17 casos confirmados que são contatos de empregados das empresas.

 Beto Preto ressaltou que áreas e setores diferentes têm necessidades diferentes. “Diversas áreas têm risco potencial ampliado, precisamos tomar decisões rapidamente para poupar vidas e manter não só os trabalhadores, como também as suas famílias e a comunidade em segurança.”

 Nos próximos dias, existe a previsão de uma nova reunião com o grupo para tratar novas estratégias para o enfrentamento à Covid-19 no setor.

 Participaram da reunião a diretora de Atenção e Vigilância, Maria Goretti Lopes, representantes da Federação dos Trabalhadores de Alimentos do Paraná (FTAPR), Federação dos Empregados em Indústrias de Alimentação do Estado do Paraná (FEAPAR), sindicatos, Central Única dos Trabalhadores, consultores e médicos ligados à saúde ocupacional.