Suspeito de estuprar a própria filha é preso pela PM em Morretes

por Redação JB Litoral
10/07/2017 12:16 (Última atualização: 10/07/2017)

Foto/Arquivo PMP

No dia 21 de junho uma mulher de 26 anos de idade compareceu na Delegacia da Mulher e do Adolescente, na cidade de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, relatando que sua filha de sete anos havia sofrido abuso sexual do próprio pai.

Segundo a denunciante, ela havia notado uma mudança de comportamento de sua filha e ao dar banho na menina percebeu que suas partes íntimas estavam avermelhadas e com sangramento. A mulher acrescentou que seu filho de 10 anos afirmou ter testemunhado que o pai havia se trancado no quarto com sua irmã e que ouvia gritos da menina.

Após a confirmação do abuso através de exames clínicos foi expedido mandado de prisão contra o suposto autor, que fugiu.

Depois alguns dias e devido à repercussão do caso em redes sociais, a Polícia Militar de Morretes recebeu a informação que o suspeito estaria escondido na região do Pantanal, na cidade litorânea. Diligências foram realizadas à região mas não foi logrado êxito na captura.

Porém, por volta das 14h de sábado, 8, policiais militares de Morretes, receberam denúncia anônima que o suspeito estaria subindo a serra a pé pela BR 277, sentido Curitiba, próximo ao Km 46.

Diante das informações, inclusive sobre seu vestuário, policiais militares deslocaram imediatamente à rodovia, mas não visualizaram o suspeito, mesmo tendo realizado o patrulhamento até a praça de pedágio.

No entanto, no retorno, os militares visualizaram o suspeito em um ponto de ônibus e, percebendo que ele não visualizou a viatura, deslocaram até uma curva há aproximadamente 200 metros, onde não era possível serem vistos, abordaram um caminhoneiro, o qual de pronto aceitou colaborar com a equipe policial. 

Ao se aproximarem do ponto de ônibus o motorista reduziu a marcha, os policiais saltaram com o veículo ainda em movimento e conseguiram deter o suspeito, que tentou fugir mas foi contido.

Após confirmar sua identidade, o homem de 32 anos recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Morretes para providências.

Deixe um comentário