Suspeito de roubar malote com dinheiro de lotérica é preso em Curitiba

por Redação JB Litoral
14/07/2020 21:23 (Última atualização: 15/07/2020)

Um homem de 31 anos foi preso em Curitiba por suspeita de envolvimento no assalto ocorrido na manhã de segunda-feira, 13, no centro de Morretes, em que foi roubado um malote com dinheiro de uma lotérica. O acusado acabou se envolvendo em uma colisão de trânsito logo após o crime e foi identificado depois que roupas e a bolsa usada para o transporte dos valores foram encontradas próximo ao local do acidente.

O roubo do malote ocorreu por volta das 9h45 de segunda-feira, na Rua Visconde do Rio Branco, no centro de Morretes. Na ocasião, uma funcionária da lotérica levava dinheiro do estabelecimento para a agência da Caixa Econômica Federal (CEF), quando, ao se aproximar do banco, foi abordada por um indivíduo portando arma de fogo.

A Polícia Militar foi acionada logo em seguida e informada que, após o assalto, o criminoso fugiu com um comparsa em uma motocicleta, a qual acabou localizada na Vila Santo Antonio, por volta das 17 horas, mas não havia nenhum suspeito por perto. O veículo foi encaminhado para a delegacia de Morretes.

ACIDENTE

Durante as diligências, os policiais militares foram informados que seguranças de um supermercado haviam encontrado, embaixo de um carro estacionado, uma bolsa contendo blusa de moletom, dois bonés e um malote empresarial vazio. Ao verificarem os objetos, os policiais constataram que se tratava das roupas usadas pelos criminosos e do malote tomado no assalto.

Na sequência, através das imagens das câmeras de monitoramento do supermercado, os policiais acabaram descobrindo que os objetos tinham sido jogados embaixo do veículo pelo motorista de um automóvel Hyundai Hb20, que havia se envolvido em uma colisão com uma motocicleta nas imediações do estabelecimento. Nas diligências, os policiais ainda apuraram que o Hyundai tinha sido visto próximo da motocicleta usada no roubo.

Após o condutor do carro ser identificado, ele acabou localizado na cidade de Curitiba e foi encaminhado para a Central de Flagrantes da capital, para que fossem tomadas as providências necessárias. Na identificação do suspeito, foi constatado que ele já tinha histórico criminal por roubo.