Suspeitos são encaminhados à delegacia após assalto em ponto de ônibus

por Redação JB Litoral
16/10/2018 00:00 (Última atualização: 16/10/2018)

Um adolescente de 16 anos e um rapaz de 22 fom encaminhados à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, por envolvimento em um assalto à mão armada na Avenida Belmiro Sebastião Marques, Conjunto Nilson Neves, em Paranaguá, na manhã de segunda-feira, 15. O crime ocorreu por volta das 8h30, em um ponto de ônibus onde estavam quatro mulheres, com idades entre 23 e 32 anos, sendo que três delas tiveram suas bolsas levadas pelos criminosos.

Lobo após o crime, policiais militares do 9.º Batalhão foram acionados pela Central de Operações (Copom), a qual informou sobre o roubo, praticado por dois rapazes, um deles usando blusa de moletom vermelha com mangas pretas e o outro trajando blusa de moletom azul.

Em suas declarações, as vítimas contaram que um dos suspeitos anunciou o assalto mostrando uma arma de fogo, que foi apontada na direção do rosto de uma delas, de 24 anos. As mulheres ainda contataram que, após o crime, a dupla de criminosos fugiu em direção à escola Caic.

Na sequência, os militares realizaram um cerco na região e um morador informou que viu dois suspeitos, que passaram pelo seu quintal e pularam o muro para outra casa. Seguindo as informações repassadas pelo homem, os policiais chegaram ao menor, que estava trajando o moletom vermelho informado na denúncia. Próximo dele, no chão, foi encontrado um casaco azul.

O garoto não obedeceu à ordem de abordagem e tentou fugir, pulando o muro de casas próximas, mas acabou surpreendido por outro policial. A arma do crime, que segundo, informado pelas vítimas, estava com o garoto, não foi encontrada. Nas buscas pelos locais em que o menor passou os militares recuperaram a maioria do que foi roubado, sendo um dos objetos o aparelho celular da moça que teve a arma apontada para seu rosto.

Segundo a ocorrência, o menor acabou reconhecido pelas vítimas e confessou ter praticado o crime com a ajuda de outro rapaz, informando que o comparsa se chamava Gabriel. Na sequência, os policiais foram até a casa do garoto, na Rua Agapantos, Nilson Neves, em busca de outros objetos roubados e da arma usada para ameaçar as vítimas, mas no local os policiais encontraram apenas um pé de maconha, que era cultivado em um pote plástico.

O menor acabou conduzido à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, junto com tudo que foi apreendido, para que fossem tomadas as providências necessárias. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a situação e o pai do garoto avisado para comparecer à delegacia.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

 

OUTRO SUSPEITO

 

Durante à tarde de segunda-feira, o outro suspeito do assalto foi detido. Uma equipe da Polícia Militar, que realizava patrulhamento pela região do Nilson Neves, por volta das 15 horas, encontrou o rapaz de 22 anos, na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto.

Conforme a ocorrência, os militares desconfiaram do jovem, que se encaixava na descrição das vítimas do assalto e imediatamente foi feita a abordagem. Na revista de rotina, nada de ilícito foi encontrado com o rapaz, o qual, ao ser ao ser indagado sobre o assalto, teria alegado que apenas estava junto com o menor, mas que não teria participação no crime.

O rapaz, que é morador no Parque Agari, acabou conduzido à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, mas não ficou preso. Ele foi ouvido e liberado.

Deixe um comentário