TCP e moradores definem medidas compensatórias para o Bairro Costeira

por Redação JB Litoral
09/12/2018 00:00 (Última atualização: 05/08/2020)

Dando sequência às reuniões, visando a definição de medidas compensatórias pela obra de expansão do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), moradores do Bairro da Costeira, convocados pela Associação de Moradores do Bairro da Costeira (Ambac), realizaram um novo encontro na sede comunitária com o representante da empresa ACQUAPLAN – Tecnologia e Consultoria Ambiental Ltda, onde definiram as medidas compensatórias que o TCP realizará na comunidade. 

Com a expansão do cais do Terminal, próximo à Costeira, que trará problemas como poluição sonora e atmosférica, além de intensa movimentação de caminhões e trânsito, gerando danos à comunidade, o TCP propôs a doação de cinco câmeras de monitoramento para o bairro e mais 25 bolsas de cursos profissionalizantes aos moradores, que serão definidos pela Associação. Três câmeras ficarão localizadas na Rua João Eugênio e duas na Rua Desembargador Ermelino de Leão. Além disto, foi mantida em pauta a restruturação do Centro Comunitário e da Praça Irmã Letícia.

De acordo com o Presidente Celso Roberto Adriano, que se mantém no cargo durante três gestões consecutivas, aproximadamente mais de 20 moradores participaram da discussão. “Eu gostaria de agradecer a presença daqueles que compareceram e, acreditamos que, por meio das câmeras doadas, vamos observar uma melhora significativa na segurança de nosso bairro”, diz.

 

Deixe um comentário