Teatro Raquel Costa recebe Paraná Jazz Meeting dia 8

por Redação JB Litoral
04/10/2013 00:00 (Última atualização: 04/10/2013)

NULL

A segunda edição do Paraná Jazz Meeting acontece de 8 a 10 de outubro em três municípios paranaenses, que recebem espetáculos da Jazz Meeting Ensemble com entrada franca: no dia 8 em Paranaguá (Teatro Raquel Costa), no dia 9 na Lapa (Theatro São João) e no dia 10 em Rio Negro (Cineteatro Antônio Cândido do Amaral), sempre às 20 horas.

Realizado anualmente, o evento reúne músicos jazzistas de diversos matizes, com a improvisação, a elegância e a imaginação criativa características do gênero. Este ano o grupo Jazz Meeting Ensemble tem a participação especial do trompetista canadense Ron di Lauro sob a regência do pianista e arranjador André Dequech.  O variado repertório compreende clássicos do jazz, pop e world music.

Compõem o grupo os músicos Sérgio Albach (clarinete e clarinete baixo), Gabriel Schwartz (saxofone, flauta e piccolo), Paulo Siqueira (saxofone, flauta e fagote), Edvaldo Chiquini (trompa), Rogério Leitum (trompete), Sérgio Coelho e Rodrigo Vicaria (trombones), Guilherme Efrom (trombone baixo), Péricles Gomes e Samuel Pessati (violoncelos), Alberto Lopes (contrabaixo) e Esdra Nenem Ferreira (bateria). A direção artística é de André Geraissati e a produção é de Mirna Dequech.

O espetáculo desperta grande interesse do público apreciador de jazz pela vitalidade musical combinada à inovação experimental. A proposta é reunir alguns dos diversos estilos e tendências do jazz contemporâneo, integrando músicos de diferentes origens em apresentação marcada pela fluência e liberdade criativa.

O Paraná Jazz Meeting é realizado com recursos do edital Conta Cultura da Secretaria de Estado da Cultura, Lei de Incentivo à Cultura/Ministério da Cultura e patrocínio da Copel, Volvo e Schweppes.

Jazz Meeting Ensemble

O Jazz Meeting Ensemble nasceu, em 2011, com a missão de  promover o encontro entre músicos paranaenses, vindos do universo do jazz e da música erudita, e convidados de outras regiões do país e do mundo, sob a direção do pianista e compositor Andre Dequech.

O princípio que anima este Ensemble é o de constituir uma alternativa dinâmica às orquestras e big bands tradicionais graças à flexibilidade de sua formação e ao talento e versatilidade dos instrumentistas de diversos horizontes que se associam na busca de uma sonoridade original e expressiva. Depois de apresentações com o premiado saxofonista canadense Jean Pierre Zanella, e do harmonicista americano William Galison, a formação atual, arregimentada através da coordenação do clarinetista Sergio Albach, inclui três instrumentos de madeira, sendo  dois  saxofones, cinco metais, dois violoncelos, baixo,  bateria e piano, além  do solista convidado Ron di Lauro ao trompete e flugelhorn.

O repertório dos concertos inclui quatro composições originais de Andre Dequech, além de novos arranjos para standards consagrados de autoria de Michel Legrand, Ary Barroso, Kurt Weill e Miles Davis, escritos especialmente para esta formação. 

 

Deixe um comentário