Vereador Thuca da Saúde é eleito presidente da Câmara de Guaraqueçaba

por Redação JB Litoral
28/12/2018 00:00 (Última atualização: 28/12/2018)

Eleito nesta quinta-feira (27) o último presidente da Câmara de Vereadores do litoral, após as demais cidades terem definido quem comandará o Poder Legislativo nos seis municípios da região.

Numa disputa bastante acirrada, a bancada de apoio do prefeito de Guaraqueçaba Hayssan Colombes Zahoui (MDB), o Ariad Júnior, não conseguiu resgatar a presidência para o vereador, Julhardy Costa de Arruda (PSDB), o Julhy, da Chapa 01 “Unidos Somos Fortes”.

Com cinco votos a favor e quatro contrários, o vereador Alcendino Ferreira Barbosa (PSDB), o Thuca da Saúde, foi eleito presidente da Câmara de Vereadores, defendendo a Chapa 02 – “Pensando no Futuro”.

A Mesa Diretora vitoriosa conta ainda com o Vice-presidente, Gustavo de Oliveira Xavier ( MDB), do mesmo partido do prefeito, além do 1º Secretário, Celio Amálio (PRTB) e 2º Secretário, Renato Reded Dias (PSD).

Vale destacar que Julhy já exerceu a presidência no ano passado, quando o Abelardo Sarubbi (PPTB) assumiu interinamente como prefeito municipal, diante da manutenção da cassação do mandato do prefeito eleito Riad Said Zahoui (MDB).

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Quem é o novo presidente

Com uma vida dedicada ao serviço público, Thuca da Saúde teve o reconhecimento do seu esforço em favor dos guaraqueçabanos ao receber da população 8,16% dos votos válidos na campanha eleitoral em 2016, sendo o mais votado para Câmara Municipal.

Servidor público com uma extensa folha de trabalho na área da saúde, onde conquistou muitos benefícios para o município, principalmente na condição de secretário de Saúde da gestão anterior, o vereador se considera independente. Porém, extremamente combativo quando se trata de fiscalizar as ações do Executivo, tem sido rotulado como oposição pela atual gestão. Desde 2017, tem acompanhando as ações do Poder Executivo e fiscalizado o que considera suspeito, irregular e ilegal, principalmente nos gastos dos recursos públicos.

 

Deixe um comentário