“Trabalharei na Câmara como atuo no sindicato, com transparência”, diz Lindonei

por Redação JB Litoral
30/11/2020 17:17 (Última atualização: 30/11/2020)

Lindonei é presidente do Sindicato da Movimentação de Mercadorias em Geral

Lindonei do Nascimento Santos, um sindicalista na sua essência, que, mesmo ainda jovem, aos 44 anos, pode ser considerado, como se costuma falar nos dias atuais, um dirigente sindical “raiz”,  pois busca sempre o diálogo, e, em função disso, não teme liderar um movimento em defesa dos interesses de sua categoria.

E, por essa razão, está no segundo mandato à frente do Sindicato da Movimentação de Mercadorias em Geral, mais conhecido por Sindicato dos Ensacadores de Paranaguá.

Por conta de uma gestão de bons resultados para os associados, neste segundo mandato, decidiu trilhar o mesmo caminho de lideranças históricas da categoria, como o ex-presidente Nilton Abel de Lima, que conseguiu conciliar a política sindical com a partidária como vereador nas gestões de 1968 e 1972.

No dia 15, o presidente dos Ensacadores licenciado, Lindonei, conquistou uma cadeira no Poder Legislativo, com a maior votação do Partido Trabalhista Cristão (PTC), ao somar 1.185 votos.

Em entrevista exclusiva ao JB Litoral, o vereador eleito falou da dificuldade de sua campanha que, em sua opinião, foi bastante concorrida, porém, não tanto pela busca de votos e sim pela enorme compra e venda de votos que aconteceu. Para ele, o erro não é só de quem compra, mas também daquele que vende seu voto. “O que essas pessoas querem para o futuro da cidade e de si mesmas? Esses que venderam seu voto, como poderão cobrar dos que compraram, no futuro, se já foram pagos?”, questiona o presidente.

Para ele, quem investiu nesse tipo de campanha, não agiu de forma correta e séria. “Não compramos votos, não pagamos gasolina para ninguém e, sequer, tivemos pessoas recebendo para trabalhar em nossa campanha. Até porque, o Fundo Partidário não nos ajudou financeiramente e se fizemos isso, que muita gente fez, estaríamos começando errado. Os votos que vieram foram de pessoas que acreditam em mim e confiam no meu trabalho. Foram votos puros, de verdade e de coração, conquistados com muita sola de sapato e chinelo, mesmo porque só ando de chinelo”, defendeu.

Conciliar sindicato com mandato

Questionado sobre seu trabalho, a partir de 2021, como vereador e dirigente sindical, o eleito faz questão de destacar que o sindicato é a sua casa, a sua base, e que a categoria tem confiado em sua administração nestes últimos quatro anos.  

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Porém, como vereador, garante que sua maior bandeira é a de ser a voz do povo e que não é preciso inventar nada de novo, pois não vê mistério em representar a população. “Temos feito isso aqui no sindicato e vem dando certo, tanto que fui reeleito para um novo mandato”, justifica.

Dessa forma, ele pretende levar a experiência adquirida no sindicato, ao longo de todos esses anos, para a Câmara de Vereadores, e que a diferença é que, como presidente, atende os associados e, como vereador, atenderá todos os parnanguaras, inclusive sua base. “Vou conciliar as duas obrigações”, explica.

Para Lindonei, nada paga uma história e o caráter de uma pessoa, quer seja a fama ou o dinheiro, para ele o que vale é o caráter. “Só porque a pessoa subiu na vida, não pode perder sua história e sua personalidade, construída com a confiança da família, amigos e no trabalho, porque isso não tem preço”, garante.

Seriedade e transparência

Sobre ter uma postura de situação ou oposição, o vereador eleito adianta que será um vereador muita seriedade e transparência, da mesma forma que exerce seu mandato como presidente no sindicato. “Tudo o que eu fizer mostrarei não só aos meus eleitores, mas para toda a população. Apesar de que, a oposição séria sempre é positiva ter, porque não nos deixa relaxar no trabalho. Mas quero ser um vereador do povão e presente. Sempre fui assim e não pretendo mudar”, garante.

Bastante simples, com humor e muito envolvido com esportes, além das obrigações profissionais, Lindonei é uma pessoa muito dedicada à família. É casado com Adriana, pai de Lindonei Junior (Tipeco), Rafaele e Débora e tem como irmãos Aguinaldo, Lindomar e Daniele, os quais ele fez questão de agradecer pelo apoio dedicado em todas as fases de sua vida. “Minha campanha não acabou ainda, pois vou agradecer a todos que me apoiaram, que me deram sua palavra e votaram. Faço questão de agradecer a toda Ilha dos Valadares, às pessoas do sindicato, inclusive minha Diretoria, todos os meus familiares e colegas. Peço que todos orem muito por mim, porque não vai ser fácil, mas seguirei sendo a mesma pessoa que fui”, destacou.

O presidente vereador eleito também fez questão de agradecer àqueles que possibilitaram chegar até este momento. “Todos foram e têm sido importantes para essas conquistas, contudo, nada disso não seria possível não fosse pela vontade de Deus e pelo carinho, educação, amor e dedicação que recebo de minha mãe, nestes 44 anos em minha vida. Ela tem sido minha base permanente. Assim, agradeço a Jesus Cristo por todas essas graças recebidas e a minha rainha, minha mãe Dona Zenira dos Santos, que tem cuidado de mim e de toda a família, até hoje. Obrigado mãe!”, finalizou Lindonei.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments