Vandecy pede exoneração e Tenile assume a Semedi em Paranaguá

por Gilberto Fernandes
06/04/2020 16:37 (Última atualização: 06/04/2020)

Tenile (A esquerda) assume Semedi e Vandecy deve disputar vaga para vereadora pelo partido do Prefeito

Nesta segunda-feira, dia 6, o prefeito de Paranaguá, Marcelo Elias Roque (Podemos) publicou no Diário Oficial Eletrônico (DOE), o Decreto 1938, nomeando a servidora de carreira do Departamento de Educação, Tenile Cibele do Rocio Xavier, como Secretária Municipal de Educação e Ensino Integral (Semedi).

Isto porque, no mesmo dia, a ex-titular da pasta, Vandecy Silva Dutra, também teve publicado o Decreto 1937, com seu pedido de exoneração, com data retroativa do dia 03 deste mês.  

O JB Litoral procurou a ex-secretária para saber o que motivou sua saída da Semedi e se havia relação com as eleições municipais, uma vez que ela, recentemente, filiou-se ao Podemos, partido pelo qual o prefeito disputara um novo mandato.

Entretanto, sem retorno por parte da profissional de educação, a reportagem teve informações que, de fato, a motivação foi sua intenção de disputar uma vaga na Câmara Municipal.

Contudo, de acordo com a legislação eleitoral o prazo de desincompatibilização de secretario municipal que pretende disputar vaga como vereador é de seis meses antes do dia da eleição. Porém, se for disputar o cargo de vice-prefeito, é de quatro meses antes da eleição, conforme determina a Lei Complementar 64/90.

No sábado, dia 4, encerrou prazo para desincompatibilização aos secretários municipais que pretendem disputar como vereador. Veja os decretos de exoneração e nomeação.