Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017

por Redação JB Litoral
06/03/2018 16:37 (Última atualização: 06/03/2018)

Presidente do COMUS, José Dogiva conduziu os trabalhos

Com uma frota de 27 veículos, dos quais cinco estão com problemas mecânicos, nos 80 dias úteis dos meses de setembro a dezembro, o setor de transportes da Secretaria Municipal de Saúde fez 6.952 viagens levando 16.005 passageiros, uma média de 86,9 locomoções por dia e 200 pessoas transportadas no município e para hospitais de Curitiba e região.

Foi o que informou o responsável pelo setor, na audiência pública de prestação de contas do 3º quadrimestre de 2017, conduzida pelo Conselho Municipal de Saúde (COMUS), presidido por José Dougiva, a qual contou com a presença do Secretário Paulo Henrique Oliveira e sua equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA). Os vereadores Gilson Marcondes (PV), Carlos Fangueiro (PPS), Adilson Soares Zela (PPL) e Nóbrega (PRTB) também acompanharam a prestação de contas.

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 2

Um público rezou e fez minuto de silêncio por Leonardo Mamede

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 3

Apenas quatro vereadores estiveram presente

Os números apresentados impressionam pelo volume movimentado se comparados com a estrutura disponível para atender à demanda.

As viagens feitas no município somaram 5.877 e transportaram 7.830 passageiros, o que dá uma média de 73,4 deslocamentos ao dia pela cidade e o transporte de 97 pacientes ao dia.

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 4

Nilo do Transporte disse que acabou época do telefone e bilhetinho

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 5

Vereador Tucano que cuidava do transporte se defendeu

Assim como, aquelas em que foram para hospitais de Curitiba e região, os números foram significativos com um total de 715 viagens e 8.175 passageiros, o que dá uma média de 8,9 transportes ao dia com pouco mais de 102 pessoas.

Tudo isto, realizado por 20 veículos, dos quais apenas três são micro-ônibus e mais duas ambulâncias.

A reunião realizada no plenário da Câmara Municipal foi marcada por forte emoção, antes de sua abertura, pela ausência do Conselheiro Leonardo Mamede, assassinado na semana passada, e a presença dos seus filhos na audiência pública. Alguns conselheiros usaram a palavra para homenageá-lo, porém, o ponto forte foi o testemunho emocionado de Iara Zamboni, que não conseguiu conter as lágrimas ao falar do amigo de conselho, partido político e do dia a dia.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 6

Momento de emoção, Iara Zamboni faz testemunho da amizade com Mamede

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 7

Filhos de Mamede receberam a homenagem pelo seu pai

Pautas suspensas

Antes mesmo de iniciar a audiência pública, o secretário de saúde pediu a suspensão das duas primeiras pautas, alegando a ausência da superintendente que faria a apresentação.

Secretaria da Saúde realizou média de nove viagens por dia para Curitiba e Região em 2017 8

Secretário de saúde pediu suspensão de duas pautas

Na oportunidade foram apresentados os 35 novos agentes de endemias, recentemente convocados pela prefeitura.

De acordo com o relatório, a receita prevista foi de R$ 63.132.300,00, segundo a Lei Municipal 3633/2016, porém, a despesa total do 3º quadrimestre foi de R$ 32,8 milhões empenhada, R$ 31,2 milhões liquidados e R$ 29,4 milhões, efetivamente, pagos pela Secretaria de Saúde. Somente no que diz respeito à despesa municipal, o quadrimestre gastou mais de R$ 20,9 milhões.

Em relação à estrutura da secretaria, a engenheira da pasta informou os conselheiros que a obra de recuperação do Centro Municipal de Especialidades (CME) já teve a segunda mediação e deverá ser entregue na comemoração do aniversário da cidade, dia 29 de julho.

Um fato que chamou a atenção, durante a apresentação dos números do transporte de pacientes, foi a afirmação do responsável pelo setor, que práticas de marcar viagem por telefone e até por “papel” feitas na gestão anterior, foram encerradas na Secretaria de Saúde. Entretanto, o Vereador Tucano, presente à audiência pública, questionou o sistema, uma vez que foi o responsável pelo setor de transporte na gestão passada.

 

 

Comentários
(1)

  1. Teve vereador na reunião e concordou com isso? Achou correto? Porque não vi nenhum

    desdobramento dessa informação. Reforçando que o Tucano foi denunciado pelo uso eleitoreiro do sistema, pressionando e ameaçando a exclusão das viagens se os pacientes e familiares não votassem nele.

Deixe um comentário