Vilson “Linho” vence a eleição para presidente do PT de Guaratuba

por Redação JB Litoral
13/11/2013 00:00 (Última atualização: 13/11/2013)

NULL

O empresário e primeiro suplente de vereador do PT, Vilson Kruger da Luz “Linho”, foi eleito, no domingo (10), presidente do Diretório Municipal do PT. Linho obteve 70 votos, sete a mais que o advogado Guilherme Zavataro.

A chapa de apoio Linho, “Consolidação da Luta”, teve 67 votos. A chapa adversária, “Democracia e Respeito” ficou com 62 votos. Ao todo, compareceram 139 dos 187 eleitores em condições de votar. Foi a primeira eleição com “bate-chapa” no PT de Guaratuba em mais de uma década.

O Processo de Eleições Diretas do PT (PED 2013) movimentou os filiados em milhares de cidades. Em Guaratuba, o atual presidente nacional, o deputado Rui Falcão, obteve 98 votos, 79% dos votos válidos. A chapa majoritária no PT, “O Partido que Muda o Brasil”, teve 97 votos.

O presidente estadual do PT, o deputado estadual Ênio Verri, também venceu com folga: 89 votos. Sua chapa, “Mudando o Brasil, Mudando o Paraná”, teve 91.

A votação aconteceu entre as 9h e às 17h, na Câmara de Vereadores. Apesar do clima acirrado nas últimas semanas, a eleição foi tranquila. O clima cordial entre os adversários se manteve durante todo o dia e até durante a tensa e demorada apuração devido ao resultado apertado. A cordialidade era tanta que o candidato e a chapa derrotada consideraram como válidos votos assinalados em um quadrado em branco. A mesa, fiscais e representantes das chapas deram os cinco votos para os vencedores.

Ainda nesta semana, vencedores e derrotados se reúnem novamente para indicarem os membros do Diretório Municipal e da Comissão Executiva. “Consolidação da Luta” deverá ficar com 12 das 22 vagas no Diretório e “Democracia e Respeito” com 10. Na Executiva, a primeira terá quatro cargos e a segunda três. Somem-se a eles o presidente e o líder da bancada na Câmara, Laudi Carlos de Santi “Tato”, o que dará seis votos para o grupo majoritário. A nova direção assume em fereiro de 2014 e terá mandato de quatro anos.

Personagens – Como é de praxe, a eleição do PT contou com o comparecimento de representantes de outros partidos. A reportagem constatou as presenças de Vilmar Faria Silva, da Comissão Executiva do PPS, Antonio Maia, presidente do PSB, e do vereador Itamar Junior, do PSC.

O vice-prefeito Vandir Esmaniotto, da chapa vitoriosa, votou cedo e posou para foto ao lado do atual presidente municipal do PT, Joaquim Henrique Amorim, da chapa derrotada. O resultado também foi uma vitória do atual secretário-geral do PT e secretário municipal da Pesca e Agricultura, Paulo Pinna, e do vereador Tato.

Quebra – A cordialidade entre os adversários foi quebrada por Tato. Na sessão da Câmara de Vereadores de Guaratuba desta segunda-feira (11), ele ocupou a Tribuna para homenagear Linho e a chapa vencedora. Citou diversos membros do grupo, com destaque para o empresário e ex-prefeito Paulo Chaves, que segundo ele, no domingo, tirou filiados da cama para virem votar na chapa.

Tato também fez duros ataques ao atual presidente do PT, Joaquim Amorim, a Guilherme Zavataro e aos membros da chapa derrotada Iratan Cidral, Ismael Ricardo da Silva e Renê Cordeiro Nunes. Elogiou os adversários Wesley Oliveira do Prado e Luiz Carlos Sábio. Nervoso, Tato chegou a se referir ao PT como “Partido Trabalhista Brasileiro”.

Matinhos – No PT de Matinhos, estavam aptos a votar 57 e compareceram 46 pessoas.

Venceu a chapa “Partido que Muda o Brasil” com 26 votos. O vereador Marcos Antonio Podbevesek foi eleito presidente. Na chapa vencedora também estava o outro vereador do PT, Edival Martins Junior.

A chapa “Construção Brasil sem Fronteiras” obteve 18 votos. Mesma votação do candidato a presidente José Adair Santos da Silva.

Deixe um comentário